UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Conecte-se conosco
Anitta. Foto: Divulgação

PopEntrevista

‘Não estou criando expectativa nenhuma, só que o povo brasileiro se sinta representado’ revela Anitta após parceria com Cardi B

Anitta. Foto: Divulgação

A música brasileira sempre foi representada no exterior por alguns ritmos mais nichados e menos populares no Brasil, de fato. A ascensão de Anitta e a difusão do funk brasileiro permitiu que diversos países pudessem ouvir o que nós ouvimos todos os dias, seja nas rádios, nos programas de TV em geral. Com mais um lançamento internacional – o primeiro planejado desde a assinatura com uma gravadora norte-americana – Anitta tem mostrado uma nova face.

Em entrevista na manhã da última sexta-feira (19), como parte de estratégia de lançamento do singleMe Gusta“, parceria com Cardi B e Myke Towers, que conta com produção do grupo baiano ÀTTØØXXÁ, a artista falou sobre as pretenções sobre a faixa. De acordo com a cantora, por se tratar de um universo novo, onde ainda não está consolidada, ela deixou de se cobrar em relação à resultados.

“Não estou criando expectativa nenhuma, só que o povo brasileiro se sinta representado” – Anitta.

“Já gravei com a Madonna, já gravei com Snoop Dogg, toquei no Tomorowland, ia cantar no Coachella, então eu não estou criando expectativa nenhuma, só que o povo brasileiro se sinta representado, sabe? Já vi alguns comentários e vi que todo mundo está gostando muito”, revelou a “Poderosa”.

Fazendo um balanço sobre a carreira e sua investida internacional, Anitta diz ainda que é bastante grata por todas as suas conquistas. “Eu acho que foi tudo muito positivo [os lançamentos internacionais até agora], eu não posso dizer que falta ainda gravar com ninguém porque eu acho muito injusto. Se Deus olhasse pra terra e me visse falando ‘falta isso, falta aquilo’, ele ia ficar muito bravo comigo. Então não estou pensando que me falta nada, só agradecendo. Também não estou criando expectativas com números dessa música.”

A cantora também contou que não pode esperar o sucesso que ela tem no Brasil nos outros países: “às vezes eu caio nessa falha de criar expectativas pra minha carreira lá fora do jeito que ela é aqui no Brasil, e eu não posso pensar assim porque é uma carreira que está começando. Antes eu fazia tudo sozinha, é o meu primeiro single que eu tenho a ajuda de uma gravadora internacional, suporte, investimento no clipe. Essa vez é a a primeira que eu faço um lançamento com apoio de verdade, então eu não posso ficar esperando algo como se fosse uma carreira gigantesca porque não é, é um começo. Então eu tenho que ter isso na cabeça”.

Segundo a “Patroa”, houve toda uma ideia de integração, com pessoas de vários tipos e tribos, para representar a variedade que encontramos no Brasil. “Escolhemos todos os tipos de pessoas [para participarem do clipe]. Tem transexuais, plus size, afro latinos, afro… Tem todos os tipos de beleza”, explicou.

De acordo com a Anitta, o cuidado foi tão minucioso que houve a contratação de uma especialista no assunto, para cuidar da pluralidade. “Contratamos esta especialista que falei anteriormente para diminuir ao máximo a possibilidade de erros na mensagem de representatividade dos ritmos. Funk e o pagodão baiano. Por isso quis trazer estes dois ritmos de uma vez. Expliquei para a Cardi a importância deles e tudo mais”, completou.

Novo álbum

Prestes a estrear um novo álbum, que foi atrasado devido à pandemia do Covid-19, Anitta revelou ainda alguns detalhes do projeto, mas disse que o nome ainda não está definido. “Este novo álbum é uma continuidade do meu trabalho internacional. Diferente do ‘Kisses’, onde eu ainda estava procurando um manager, e tudo mais. Neste álbum não. Este álbum eu estou apresentando os brasileiros. É isso que vocês estão vendo”. Em Me Gusta, pedia ajuda do Atoxa, o produtor executivo do meu álbum, é responsável por vários hits da Beyonce, Lady Gaga, vários artistas gigantescos. E ele também é cantor e participou junto da produção da obra. E quando eu cheguei no estúdio, ele é muito humilde. Eu fiquei com receio, porque ele já trabalhou com tanta gente incrível, mas, ele veio me perguntar sobre a cultura brasileira! Aí eu fiz uma playlist pra ele com vários sambas, pagodão baiano, funk, brega, forró… E fui falando pra ele coisas icônicas do Brasil, aí chegamos no resultado final. Todas as músicas estão nessa sonoridade, sempre com um gostinho de Brasil. Eu não estou cantando em português, mas com certeza, o som brasileiro está em todas”, revela Anitta.

“Surpresa!”

“Então, este feat foi uma surpresa real. Ele falou pra aprovar o mix final pelo Zoom, o que eu achei estranho, aí ouvi a voz da Cardi B e ‘Meu Deus’! E perguntei: ‘E o clipe?’ Eles falaram: ‘Ela já está no estúdio gravando’! E ficou tão bem feito, que parece que ela está lá no Pelourinho realmente. Estas coisas de feat eu não estou me preocupando. Estou deixando com meu manager e minha equipe toda a estratégia. No ano passado eu decidi que não queria mais cuidar da minha carreira, porque estava muito cansada, muito! Estava exausta. Porque tudo passava por mim, desde contratos à negociações. Tudo eu fazia. Por isso eu fiz o Kisses. Para encontrar um manager, aí encontrei. E hoje, ele é o responsável. E no Brasil, meu irmão. Então, eu não faço ideia mais se vai ter feat ou não. E tô adorando estar por fora!”, conta.

Fim da carreira?

Há alguns anos, em uma entrevista, Anitta relatou seus planos para se aposentar aos 30 anos. Agora, em expansão internacional, a cantora disse que não mudou os planos, mas que se sentir vontade de fazer algo diferente, pode mudar de ideia.

“Então quando estiver com uns 30 e pouquinho, quero ser mãe, parar um pouco” – Anitta.

“Eu estou trabalhando, aproveitando, com prazer. Antes eu ficava trabalhando sem dormir e tudo mais. Falei pra todo mundo: ‘quero dormir direitinho, comer, porque realizações eu já cumpri’. À partir do momento que eu estava olhando muito o que as pessoas estava falando sobre mim na internet, estava ficando muito triste. Até que eu resolvi parar e prestar atenção no que eu fiz. Foi um trabalho tão grande, conquistar espaço lá fora, que eu decidir dar o mérito do meu trabalho, ser grata e me sentir muito mais feliz e realizada. Sem expectativas. Tá tudo ótimo. Então quando estiver com uns 30 e pouquinho, quero ser mãe, parar um pouco. Depois, se quiser voltar, depois eu volto”, revelou Anitta.

Produção do álbum

Ao ser perguntada sobre onde as filmagens do próximo álbum serão feitas, a cantora diz que depende da música. “A próxima música, vai ser sim filmada no Brasil, porque não tem nada a ver eu filmar em outro lugar. Vai ser no Rio de Janeiro. Estamos com bastante urgência de gravar esse clipe, porque pra mim, é um dos mais importantes do meu álbum – e mais importante culturalmente falando. É a minha maior aposta. Então, estamos trabalhando em uma forma de conciliar a parte de estúdio e uma externa, trabalhando para fazer com segurança”, conta.

No pagodinho!

Não é só de funk que vive Anitta! Ela contou que o Marcio Vitor (do Psirico) e o ÀTTØØXXÁ a agradeceram muito por colocar o pagodão na boca da galera lá fora. “Porque assim, eu apresentei o pagodão pra eles, e eles fizeram a batida por cima. Só que o swing do Brasil, é outra história. A parte de funk eu consigo fazer, porque são minhas músicas. Agora, o pagodão, eu não consegui, porque eu não estou acostumada a produzir pagodão. Então, eu liguei para o Atoxa, que pra mim é um grupo que faz muito bem essa mescla de pagodão e pedi pra eles colocarem o flow baiano. Pra mim, o funk e o pagodão são os dois ritmos periféricos que vem da cultura afro latina, essa mistura, que sofre mais preconceito no Brasil, é o que eu mais tenho vontade de dar voz e visibilidade. Sinto uma conexão muito grande entre Salvador e o Rio”, revela Anitta.

TV internacional

A participação da cantora no programa norte-americano do Jimmy Fallon está chegando e Anitta conta que está muito feliz: “da outra vez eu fui convidada como participação, e agora apresentando minha própria música”. E não é só isso! “Eu fiz o James Corden também… Esses programas já estava todos agendados antes do corona, só que tudo foi cancelado. Foi uma semana bem triste pra mim. Foi um balde de água fria. Agora está voltando tudo, estou super feliz”, explica.

SHOPPING

Newsletter Signup

Daniel Outlander
Escrito por

Jornalista, publicitário e diretor de jornalismo do PopNow, trabalha na área há 6 anos. Amante de música Pop e uma boa leitura, já foi a tantos shows que nem consegue lembrar. Já cobriu eventos como Rock in Rio, Lollapalooza Brasil, conheceu o Papa e busca o sucesso do portal.

Os 4 posts em destaque

Trumpas. Foto: DIvulgação. Trumpas. Foto: DIvulgação.

Renan Scharmann faz ensaio via Facetime com Trumpas

Notícias

uRock!: Gabriel Lobo, criador da websérie, fala sobre cinema independente e a importância da arte

Séries

‘Somos livres para fazer o que quisermos’: Nathan Barone fala sobre arte, websérie, vida, sexualidade e muito mais

PopEntrevista

‘Plastic Hearts’: todas as novidades do novo álbum de Miley Cyrus​

Pop

Anúncio
Newsletter Signup

Copyright © PopNow 2017 - 2020. Todos os Direitos Reservados.

Conecte-se
Newsletter Signup