UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Conecte-se conosco

Pop

‘Chromatica’: Conheça as faixas do novo álbum de Lady Gaga

Lady Gaga. Foto: Reprodução / Instagram (@ladygaga)

Como uma grande explosão, Lady Gaga lançou nesta sexta-feira (29) seu novo álbum, Chromatica. Com parcerias de sucesso como “Rain On Me“, com Ariana Grande, e “Sour Candy“, com BLACKPINK, a estrela revelou 16 faixas inéditas.

Com influências múltiplas, desde respiros do dia a dia a reflexões de momentos delicados passados, a estrela mostra sua alma neste novo e eloquente trabalho.

Veja sobre o que falam algumas faixas do projeto

“Chromatica I”

“Para mim, o começo do álbum simboliza o começo da minha jornada para a cura. A música vai direto a esse grave arranjo de cordas, em que você sente aquela destruição pendente, que é o que acontece quando eu enfrento todas as coisas que me assustam. Esse arranjo de cordas está preparando o terreno para uma experiência mais cinematográfica com este mundo, que é como eu entendo as coisas”.

“Alice”

“Eu tive algumas conversas com o BloodPop sobre como eu me sentia em relação à vida. ‘Estou no buraco, estou caindo / caindo, caindo / O meu nome não é Alice, mas vou continuar procurando o País das Maravilhas’. Esta é uma experiência esquisita em que eu penso: ‘Eu não tenho certeza que eu vou conseguir, mas eu vou tentar’. É realmente aqui que o álbum começa”.

“Stupid Love”

“No vídeo de ‘Stupid Love’ o vermelho e o azul estão brigando. Certamente isso poderia ser um comentário político. E é muito polarizador. Eu vejo o mundo como se todos estivéssemos divididos, e isso cria um ambiente muito tenso extremista. E faz parte da minha visão de Chromatica, que quer dizer que isso não é distópico nem utópico. É assim que eu entendo as coisas. E desejo que essa possa ser uma mensagem que eu possa passar para outras pessoas”.

Rain On Me

“Quando estávamos produzindo o vocal dela (Ariana Grande), eu estava sentada no console e disse para ela: ‘Tudo o que você se importa enquanto canta, eu quero que você esqueça e apenas cante. E, a propósito, enquanto você faz isso, eu vou dançar na sua frente’, porque tinha essa janela enorme na música. E ela falou: ‘Oh, meu Deus, eu não consigo. Eu não sei’. E daí ela começou a fazer coisas diferentes com a voz. E foi uma alegria para as duas artistas, tipo: ‘É isso aí’. Os seres humanos fazem isso. Todos nós fazemos coisas para nos sentirmos seguros e eu sempre desafio os artistas quando trabalhos com eles e digo: ‘Torne isso superinseguro e depois faça de novo’.”

“Free Woman”

“Eu fui agredida sexualmente por um produtor musical. Isso formou todos os meus sentidos sobre a vida, sentimentos sobre o mundo, sentimentos sobre a indústria, o que eu tive de ceder para chegar onde estou. E eu precisava colocar isso lá. E quando, finalmente, eu pude comemorar, disse: ‘Quer saber? Eu não sou nada sem uma mão firme. Eu não sou ninguém a não ser que saiba que eu posso. Eu ainda sou alguma coisa se não tiver um homem, sou uma mulher livre’. Essa sou eu dizendo: ‘Não vou mais me definir como uma sobrevivente ou vítima de agressão sexual. Eu sou apenas uma pessoa que é livre, que passou por uma situação que é bem ruim’.”

“911”

“Essa é sobre um antipsicótico que eu tomo. Porque nem sempre eu consigo controlar as coisas que o meu cérebro faz. Eu sei disso. e eu tenho que tomar uma medicação para impedir esse processo. ‘Mantenha minhas bonecas dentro das caixas de diamantes / Guarde-as até saber até saber que eu derrubar essa fachada que construí ao meu redor / Mantenha-me em lugares bonitos, o paraíso está em minhas mãos’.”

“Sine From Above”

“S-I-N-E (S-E-N-O), porque é uma onda sonora. Esse sim, sereno, que vem de cima, que me curou para eu poder me acabar de dançar com este álbum. ‘Ouvi um seno de cima / Ouvi um seno de cima / Então o sinal se dividiu no som que criou estrelas como eu e você / Antes de haver amor, havia silêncio / Ouvi um seno e isso aliviou meu coração, ouvi um seno’. Teve um momento mais tarde no processo que eu realmente pensei: ‘E agora, eu vou prestar homenagem à mesma coisa que me reviveu, e isso é música”.

“Fun Tonight”

“No meio do álbum, há ‘Fun Tonight’, que é uma música que significa muito para mim, e toda vez que a ouço, fico emocionada porque não posso dizer quantas noites as pessoas que realmente me amam estavam tentando me fazer sorrir, rir ou ser otimista, e eu simplesmente não tinha capacidade de ser feliz. Simplesmente não estava lá. Mas então eu escrevo essa música e ouvia de volta e dizia: ‘Por que isso é tão divertido? Por que isso é tão feliz?’.”

Ouça Chromatica

SHOPPING

Newsletter Signup

Daniel Outlander
Escrito por

Jornalista, publicitário e diretor de jornalismo do PopNow, trabalha na área há 6 anos. Amante de música Pop e uma boa leitura, já foi a tantos shows que nem consegue lembrar. Já cobriu eventos como Rock in Rio, Lollapalooza Brasil, conheceu o Papa e busca o sucesso do portal.

Os 4 posts em destaque

BTS apresenta ‘Stay Gold’, primeiro single de novo álbum

K-Pop

Lives do Dia Lives do Dia

Gigantes do Samba realizam live neste domingo com participação especial de Ana Clara

Lives do Dia

Por um fio: ex-atriz da Globo lança documentário sobre violência com as mulheres

Séries

Eu não deixei de te amar Eu não deixei de te amar

George Henrique e Rodrigo falam de um amor não superado em ‘Eu Não Deixei de Te Amar’

Sertanejo

Anúncio
Newsletter Signup

Copyright © PopNow 2017 - 2020. Todos os Direitos Reservados.

Conecte-se
Newsletter Signup