#TBT

#TBT da aniversariante do dia! Relembre a trajetória de Avril Lavigne

*Por Thuane Kuchta.

Ela é um ícone e uma das maiores expoentes do Pop/Rock no mundo. Fazendo 34 anos, Avril Lavigne marca seu retorno à música após um tempo se dedicando ao tratamento de uma doença. Mas os anos não passam para a canadense, que é casada com Chad Kroeger, vocalista do Nickelback.

Avril Ramona Lavigne

No dia 27 de setembro de 1984 nascia Avril, em Belleville, cidade canadense que possui uma população de cinco mil habitantes.  Com dois anos de idade, a mocinha já cantava músicas da igreja com sua mãe, Judith-Rosanne.

Poucos meses depois a família mudou-se para Napanee, também no Canadá. E após reconhecer que havia um talento ali, Avril ganhou de seu pai um microfone, um kit de bateria, um teclado e vários violões, e teve seu porão transformado em um estúdio. <3 

Quando tudo começou

Avril iniciou sua carreira musical ao assinar contrato com o produtor L.A. Reid, após uma apresentação feita pela cantora em uma feira e exposição de gado.

Mas a canadense só surgiu no cenário em meados de 2002, com até então 17 anos, com o disco “Let Go” – que conta com um dos maiores hits adolescentes da história, “Complicated”.

E Iniciava ali o que viria a ser uma carreira muito bem sucedida.

Em “My World” ela conta as dificuldades de passar a adolescência em uma cidade com 5 mil habitantes. Canta ainda sobre como era cortar grama para ganhar uns trocados e não deixa de entregar o jogo ao afirmar que nunca passava menos de uma hora lavando o cabelo.

Avril logo não ficou somente conhecida por sua música, mas principalmente, por sua personalidade e estilo!  

Afinal, quem nunca usou essa gravata ou sofreu com severas espinhas na testa por tamanha oleosidade vinda do cabelo lambido, que atire a primeira pedra!

Let Go” realmente veio com tudo narrando a adolescência de muita gente, trazendo canções como “Sk8er Boy” e “I’m With You” – sendo esta última uma das baladas mais bonitas da carreira da cantora – e recebendo 8 indicações ao Grammy.

Under My Skin

O sucessor do “Let Go” chegou dois anos depois. “Under My Skin”, um disco com faixas mais profundas e sentimentais, com letras ligeiramente mais pesadas que as primeiras. Deste CD vieram os hits “Don’t Tell Me”, “Nobody’s Home” e “My Happy Ending”.

O clipe de “Nobody’s Home” estampa com clareza a mensagem mais obscura contida no álbum.

Vamos para 2006?

Em 2006 surge então uma Avril não tão mais ”moleca”. Para quem estava acostumado a ver a cantora com calças largas, gravatas ou  toda trevosinha, foi um verdadeiro espanto.

No lugar daquele visual mais rebelde vindo desde 2002, via-se saias, vestidos, salto alto, make colorida, acessórios mais delicados, mas claro, sem Avril perder sua essência roqueira!

The Best Damn Thing e a era cor de rosa

Avril reinventava-se mais uma vez com seu terceiro disco de inéditas, “The Best Damn Thing”.

Há muitos que julguem esta era cor de rosa, é verdade, mas esta viria ser uma fase em que vários hits, clipes impecáveis, prêmios e performances animadas fariam parte da vida da cantora e dos fans.

Com uma turnê elaborada com direito a muito glitter, líderes de torcida, e altas coreografias em seus shows, era nítido que a nossa Avril de 2002 tinha mesmo ficado no passado.

(Mas não me venham com essa de que Avril morreu e foi substituída por uma sósia ok? Sempre se tratou apenas de uma Avril que não era mais nenhuma adolescente e fim rs).

A fase nos rendeu faixas dançantes e alegres – com algumas ressalvas, claro – com músicas como “Girlfriend” “When Your Gone” e “Hot”.

Goodbye Lullaby

Em 2010 ainda viamos uma Avril cheia de estilo e personalidade que lançava seu quarto álbum de estúdio ”Goodbye Lullaby”.

O álbum contou com as canções “What The Hell”, “Smile” e “Wish You Were Here”.

Também nesse ano a loirinha surgiu em cena com a trilha sonora oficial do filme ”Alice no País das maravilhas”.

Chad Kroeger

Na primavera de 2010, Lavigne começou a namorar o modelo Brody Jenner. Eles se separaram em janeiro do mesmo ano. Posteriormente, ela começou a namorar o cantor canadense Chad Kroeger, vocalista da banda Nickelback.

A relação estreitou quando eles se reuniram para co-escrever uma canção para o quinto álbum de estúdio da Avril.

Depois de seis meses de namoro, Lavigne anunciou seu noivado com Kroeger, em agosto de 2012. Porém, três anos depois o casamento acabou terminando.

Here’s To Never Growing Up

O álbum homônimo, “Avril Lavigne”, foi descrito pela própria como “mais artístico que os anteriores”.

Here’s To Never Growing Up”, “Rock N’ Roll”, “Let Me Go” e – a nada convencional e que recebeu muitas críticas – “Hello Kitty” fizeram parte dessa fase.

Estilo

Desde que surgiu, Avril sempre ditou moda. Seu cabelo com mechas coloridas e roupas de skatista conquistaram uma legião de admiradores. Afinal, quantas adolescentes da época não achavam um máximo aquela menina com visual marcante, que parecia estar sempre pronta para se rebelar?

Mas ao longo dos anos, Avril foi ficando mais feminina, criando inclusive, sua própria grife intitulada Abbey Dawn. Mas sem deixar sua marca registrada de lado: aquele ar de rockeiro juvenil que todos amam <3

Nossa eterna skate girl está de volta!

Avril Lavigne liberou na semana passada o seu novo single, intitulado “Head Above Water“. É a primeira inédita da cantora desde 2013, e a letra reflete a sua luta contra a doença de Lyme.

Veja o clipe lançado hoje:

“Eu tenho um álbum forte, triunfante, poderoso e verdadeiro para entregar a vocês. Estou animada para retornar com novas músicas e por ter vocês nesta jornada comigo. Vamos fazer isso! Nova era!” – Avril Lavigne.

Ainda não há título ou data de estreia para o novo álbum, mas estamos ansiosos Avril!! 

 

#TBT da aniversariante do dia! Relembre a trajetória de Avril Lavigne
To Top