UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
...
Connect with us
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js
NERVO. Foto: Mari Barcelos

Eletrônica

Em estreia no Rock in Rio, NERVO conversa sobre eventos e rompimento de preconceitos no cenário eletrônica

NERVO. Foto: Mari Barcelos

*Com colaboração de Juliana Del Rosso.

A cena eletrônica vem ganhando amplitude em todo o mundo. No Brasil, o mosquitinho do “tunt tunt” se espalhou por toda a nação e hoje o país exporta grandes nomes do segmento. Mas apesar de difundido, o nicho ainda é bastante fechado no gênero masculino. Dentro do estilo, são poucos os nomes feminino obtendo destaque e ganhando amplitude. A busca pela mudança é um dos focos do NERVO, duo de DJs australianas que integra o Top 100 dos mais importantes artistas do mundo.

Estreando no Rock in Rio, as irmãs Mim e Liv falaram deram uma entrevista exclusiva ao Portal PopNow onde comentaram a emoção de estrear no evento, em retorno ao Brasil. A dupla, que já se apresentou em diversas capitais como no Carnaval de Salvador, sentem no país um reduto onde a música eletrônica cada vez mais se estabelece.

PUBLICIDADE

Além do trabalho como DJs, as irmãs também falam sobre as composições que assinam para diversos artistas, como Kesha e David Guetta. Elas, inclusive, são responsáveis pelo sucesso “When Loves Takes Over“, eternizado como parceria entre o DJ francês e a cantora Kelly Rowland.

Leia a entrevista:

Portal PopNow: Minha primeira pergunta é sobre o seu show de hoje. É a sua primeira vez no Brasil?

NERVO: Primeira vez no Rio! E primeira vez no Rock in Rio. (Risos) O Rio é insano! Toda noite aqui é incrível. Às vezes eu ando pela rua e as pessoas me olham e eu fico “o que você está olhando?”. (Risos)

Portal PopNow: (Risos) Qual é o sentimento de estar no Rock in Rio?

NERVO: Estamos nervosas, mas empolgadas! O desejo é de subir lá e fazer uma festa daquelas. É a última parada da turnê brasileira – e a gente ama estar no Brasil e ama as pessoas do Brasil. Então é, estamos muito ansiosas.

NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini
NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini

Portal PopNow: Qual é a diferença entre os fãs brasileiros e os fãs do resto do mundo?

NERVO: Vocês festejam muito. E por muito tempo. (Risos) A energia é outra. E os sorrisos! As pessoas sorriem o tempo todo! Isso é impressionante. As pessoas são incríveis. Quando falamos isso, entenda como um grande elogio ao país, à cultura de vocês. Vocês são diferentes do resto do mundo.

Portal PopNow: Como vocês enxergam a evolução da música eletrônica no Brasil? Quer dizer, vocês conhecem algum artista brasileiro do gênero?

NERVO: Sim, a gente conhece o Alok, por exemplo! Tem alguns outros… Ah! A gente conhece a Pabllo Vittar! Nós tocamos em Salvador no ano passado e ela estava lá. Tem o Make You Sweat, também, que fez alguns remixes muito legais.

NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini
NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini

Portal PopNow: A cena eletrônica é dominada por artistas masculinos. Como vocês veem essa situação e o que vocês acham que pode ser feito para mudar esse cenário?

NERVO: A indústria sempre foi dominada por homens. Não acho que tenha que ser algo 50/50, sabe? Mas a indústria da música eletrônica tem mulheres absurdamente maravilhosas. A proporção está mudando. Antigamente, o único papel da mulher na música eletrônica era em um biquíni. Isso está mudando; hoje você tem mulheres na produção, mulheres fazendo música.

NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini
NERVO. Foto: Divulgação/Ariel Martini

Portal PopNow: Vocês compõem, inclusive.

NERVO: Sempre que podemos. Nosso primeiro trabalho foi fazer música para outras pessoas, na verdade. (Risos) Faz parte da nossa história, foi nosso ponto de partida.

Portal PopNow: E vocês têm um Grammy.

NERVO: É verdade! Não é nosso, mas… A gente escreveu, então é. (Risos) Escrevemos para artistas incríveis, como a Kesha, então temos parte nisso.

Portal PopNow: Como é viajar e trabalhar juntas?

NERVO: É ótimo! Nós trabalhamos bem, temos referências próximas. É bom. Ter um elemento da família próximo, quando estamos entre e-mails, pouco sono, correria… Isso faz com que o trabalho seja mais leve. Ter alguém por perto, depois de meses fora de casa, é um alívio.

SHOPPING

Inscrever-se na Newsletter

Written By

Jornalista, publicitário e diretor de jornalismo do PopNow, trabalha na área há 8 anos. Amante de música Pop e uma boa leitura, já foi a tantos shows que nem consegue lembrar. Já cobriu eventos como Rock in Rio, Lollapalooza Brasil, conheceu o Papa e busca o sucesso do portal.

Mais Populares

Criolo. Foto: Divulgação Criolo. Foto: Divulgação

TIM Music Rio terá shows de Criolo, Liniker e IZA; saiba mais

Festival

Wesley Safadão. Foto: Divulgação Wesley Safadão. Foto: Divulgação

‘Vai ser uma noite histórica e cheia de novidades’, diz Wesley Safadão sobre edição do Garota VIP em Fortaleza

Brasil

Taby Taby

Em comemoração aos 16 anos, Taby lança single ‘Malvadeza’, em parceria com Lukkaz

Brasil

Criolo. Foto: Divulgação Criolo. Foto: Divulgação

TIM Music Rio apresenta shows de IZA, Xamã, Criolo, Seu Jorge, Luiza Sonza, Liniker e Majur

Festival

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Copyright © PopNow 2017 - 2021. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter

Skip to content