UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
...
Connect with us
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

Rock in Rio

Elza Soares faz manifesto político em apresentação de representatividade

*Por Filipe Fernandes.

Como não poderia deixar de ser, a passagem de Elza Soares pelo Rock in Rio não foi um simples show, mas um manifesto político. Com bastantes convidados, a cantora levou ao palco o show de seu novo disco, “Planeta Fome“.

A cantora abriu a apresentação com “Libertação“, “Menino“, “Brasis” e “Comportamento Geral“, do seu novo álbum. Em seguida, Jessica Ellen subiu ao palco e as duas cantaram o clássico “A Carne“, que dialoga com a nova “Não Tá Mais de Graça“, que Elza Soares cantou ao lado de Rafael Mike.

PUBLICIDADE

Em “Maria da Vila Matilde“, a artista recebeu Kell Smith que saudou “todas as bruxas presentes. Pelo direito de sermos quem quisermos“. No final da música, Elza fez um discurso sobre a violência contra as mulheres. “Gemer, só de prazer. Chega de sofrer calada. É 180 neles“, ela disse em referência ao telefone da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência. “Machistas não passarão e NÃO É NÃO“.

Em seguida, Raquel Virgínia, Assucena Assucena e Rafael Acerbi, do grupo As Bahias e a Cozinha Mineira subiram ao palco para cantar “Se Acaso Você Chegasse“. Ao repetir, as cantoras mudaram a letra. “Se acaso você chegasse no meu chateaux encontrasse aquele TRAVESTI que você gostou“. Em uma mistura de funk com berimbau, Elza gritou ao final: “VIVA AS TRAVESTIS“. Uma das cantoras então retribuiu: “Viva Elza Soares“, que agradeceu: “Viva vocês. Porque sem vocês eu não faço porra nenhuma”.

IZA. Foto: Divulgação/Bleia
Elza Soares. Foto: Divulgação/Bleia

Em seguida, entre “A Mulher do Fim do Mundo” e “Pequena Memória para um Tempo sem Memória“, Elza fez um pequeno discurso.

“É preciso lutar, gritar, ir pras ruas. Aprender a votar. Vamos às ruas, vamos buscar nossos direitos. Cadê o povo? Cade a voz da gente? Cade as mulheres Somos faladeiras, vamos falar até não aguentar mais” – Elza Soares.

Nisso, o povo respondeu. “Hey, Bolsonaro. Vai tomar no cu”.

BNegão subiu ao palco após “País dos Sonhos” para cantar “Blá Blá Blá“. A cantora então mencionou as mortes de Agatha Felix, Evaldo dos Santos e Marielle Franco.

“Chega de perseguir negros, os pobres. Mulheres, pra frente!!!” – Elza Soares.

No final, todos os convidados voltaram ao palco para cantar “Volta por Cima“. “Reconhece a queda e não desanima. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”, entoaram os músicos.

IZA. Foto: Divulgação/Bleia
Elza Soares. Foto: Divulgação/Bleia

Show de Elza Soares passa por problemas técnicos

Durante a apresentação, houve alguns problemas de som e de luz. Elza Soares reclamou “Cadê meu som? Eu quero meu som? Aumenta meu som. Tem muita luz aqui, Pedro!!! Vamos tirar essa luz?”.

Ainda assim, o público não desanimou e se manteve empolgado durante toda a apresentação. Em certo momento o publico gritou: “Elza, eu te amo!” e ela responde: “Só estou viva porque vocês insistem”.

Veja setlist do show de Elza Soares:

Elza Soares Setlist Rock in Rio 2019 2019

SHOPPING

Inscrever-se na Newsletter

Redação PopNow*
Written By

Mais Populares

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

‘Pesou o Rolê’ nova faixa do Di Propósito com participação de Harmonia do Samba e Jojo Maronttinni

Brasil

Harry Styles vai fazer sexo gay e cena de nudez em filme nos cinemas; confira

Pop

BTS. Foto: Reprodução/Facebook BTS. Foto: Reprodução/Facebook

BTS divulga bastidores inéditos das gravações do clipe de ‘Dynamite’

K-Pop

Jair Bloch lança a faixa antiestresse ‘Pra Você Gostar’; escute

Brasil

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Copyright © PopNow 2017 - 2021. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter