Principais

Red Hot Chili Peppers encerra Rock in Rio 2017 em grande estilo e com muita animação

O Red Hot Chili Peppers surgiu nos anos 80 em Los Angeles, com um som super diferente, cheio de atitude e diversidade musical. Uma mistura de funk, punk e letras intensas fizeram com que a banda alcançasse o grande sucesso internacional que tem até hoje.

A banda californiana formada por Anthony Kiedis (voz), Flea (baixo), Chad Smith (bateria) e Josh Klinghoffer (guitarra) o grupo fará sua terceira apresentação na história do festival. A primeira foi na edição de 2001, ainda com o guitarrista John Frusciante, a segunda rolou em 2011. Seis anos depois, o quarteto voltará ao Palco Mundo para fechar com chave de ouro as notes de show desse grande festival.

Atualmente, o RHCP está em turnê mundial divulgando o 11º disco de estúdio, “The Getaway”, e recentemente, eles comentaram que gostariam de dar uma pausa nas turnês. Na setlist, hits como “Dark Necessities”, “Californication”, By the Way” e “Give it Away” marcaram presença e fizeram o público vibrar.

RHCP. Foto: Paixão/I Hate Flash

O show

O RHCP chegou com tudo mandando super bem na introdução. A conexão perfeita entre baterista, baixista e guitarrista deixou o público enlouquecido apenas com um instrumental. Quando Anthony apareceu, gritos calorosos o receberam e deram lugar a letra de “Can’t Stop”, que foi cantada do início ao fim com muita alegria.

O baixista grita um “Rock in Rio” e faz todo mundo gritar. Ele também comenta que é uma honra tocar no mesmo festival em que Sepultura tocou, pois ele ama Sepultura. “Snow” começou e foi recebida com o mesmo entusiasmo da primeira música. Os fãs presentes estavam muito animados com o grande show que estava começando, e que foi um grande sucesso.

Sempre manando ótimas dancinhas, Anthony manteve a animação de um adolescente ao cantar suas músicas. E foi “Californication”, single conhecido e amado por várias gerações que levou de vez todos a loucura total. Dava pra sentir o quanto eles estavam emocionados em ver sua banda preferida cantando um dos maiores sucessos do mundo.

RHCP. Foto: Paixão/I Hate Flash

“Under the Bridge” teve um belo coro da galera e algumas lanternas de celular acesas para entrar no clima mas calmo da música, que foi entoada com mais serenidade pela banda sempre elétrica. Logo em seguida, “By The Way” começou e todo mundo cantou como se não houvesse amanhã e o vocalista agradeceu várias vezes em português.

A banda deixou o palco para fazer aquele mistério, e os fãs cantaram, “Otherside”, que não fez parte da setlist. De volta ao palco, muitos agradecimentos do grupo pela oportunidade de tocar no palco do RiR para uma platéia tão calorosa. Eles cantaram “Angels” e na sequência, encerraram a última noite de shows do Rock in Rio 2017 com “Give it Way” e agradeceram mais uma vez pela noite e disseram que amam o Brasil, e pediu que todos tomassem conta de cada um, e fossem gentis com todos.

O show foi lotado de hits, e todos os presentes sabiam cantar cada palavra. A banda estava super animada e empolgada no palco, e é foi um efeito contagiante. Mesmo cansados de tanto trabalho, o RHCP não deixou que isso transparecesse e entregou um belo espetáculo aos fãs, e também pareciam muito satisfeitos e felizes com seu trabalho, e com a recepção calorosa da platéia brasileira. E esse foi o Rock in Rio 2017, até 2019!

 

Red Hot Chili Peppers encerra Rock in Rio 2017 em grande estilo e com muita animação
To Top