Cinema

Oscar 2018: Melhor Atriz e Melhor Ator

Foto: Divulgação

Centros de gravidade de seus filmes, é em função deles que as histórias se desenrolam. Os vencedores do ano passado foram: Emma Stone, por La La Land, como Melhor Atriz; e Casey Affleck, por Manchester à Beira-Mar, como Melhor Ator.

Leia também: Oscar 2018: Melhor Filme



E os indicados de 2018 são…

Melhor Atriz:

Sally Hawkins (A Forma da Água)

Sally Hawkins em A Forma da Água. Foto: Divulgação.

Sally Hawkins em A Forma da Água. Foto: Divulgação.

Elisa Esposito é uma mulher muda que trabalha na limpeza de um laboratório secreto do governo, e se encanta por uma criatura marinha que foi capturada e colocada lá.

Hawkins é inglesa, tem 41 anos e esta é sua segunda indicação. Ela estreou no cinema com o filme Agora ou Nunca (2002), de Mike Leigh, mas só ficou amplamente conhecida ao fazer a protagonista de Simplesmente Feliz (2008), do mesmo diretor – uma performance elogiadíssima, ganhadora de muitos prêmios e que por muito pouco não foi indicada ao Oscar. Mas Sally finalmente recebeu o reconhecimento da Academia em 2014, com uma nomeação a Melhor Atriz Coadjuvante pela interpretação da irmã da personagem de Cate Blanchett em Blue Jasmine. Em 2017, além de A Forma da Água, Hawkins também se destacou no filme Maudie, sobre uma artista visual folk que sofre de artrite.

Frances McDormand (Três Anúncios para um Crime)

Frances McDormand em Três Anúncios para um Crime. Foto: Divulgação.

Frances McDormand em Três Anúncios para um Crime. Foto: Divulgação.

Mildred Hayes é uma mulher que perdeu recentemente a filha em um crime brutal, e decide alugar anúncios de estrada para confrontar as autoridades locais.

McDormand é americana, tem 60 anos e esta é sua quinta indicação. Casada com Joel Coen, ela fez sua estreia cinematográfica no primeiro filme dos Irmãos Coen, Gosto de Sangue (1984), e ao longo de sua carreira, participou de vários filmes da dupla; por um deles, Fargo – Uma Comédia de Erros (1996), no papel da policial Marge Gunderson, McDormand ganhou o Oscar de Melhor Atriz. Suas outras indicações foram para Atriz Coadjuvante: Mississippi em Chamas (1988), Quase Famosos (2000) e Terra Fria (2005). Mas McDormand também tem experiência em TV e teatro, tendo ganhado 2 Emmys e 1 Tony – sendo assim, ela é possuidora da chamada “Coroa Tripla da Atuação”.

Margot Robbie (Eu, Tonya)

Margot Robbie em Eu, Tonya. Foto: Divulgação.

Margot Robbie em Eu, Tonya. Foto: Divulgação.

Tonya Harding é uma patinadora de gelo que se envolveu em uma grande polêmica quando pessoas ligadas a ela atacaram sua rival, Nancy Kerrigan.

Robbie é australiana, tem 27 anos e esta é sua primeira indicação. Fez parte do elenco de Neighbors, uma famosa novela de seu país, entre 2008 e 2011, e em seguida mudou-se para os Estados Unidos – onde logo conseguiu um papel importante em O Lobo de Wall Street (2013), de Martin Scorsese, que a deixou amplamente conhecida. Em 2016, estrelou dois filmes de grande porte: A Lenda de Tarzan, como Jane, e Esquadrão Suicida, como a Arlequina. Vale ressaltar que Robbie é também produtora de Eu, Tonya.

Saoirse Ronan (Lady Bird – A Hora de Voar)

Saoirse Ronan em Lady Bird. Foto: Divulgação.

Saoirse Ronan em Lady Bird. Foto: Divulgação.

Christine McPherson é uma jovem de Sacramento, Califórnia, que está se formando no ensino médio e sonha em se mudar para a costa leste.

Ronan é irlandesa, tem 23 anos e esta é sua terceira indicação. Ela começou a atuar ainda criança e, aos 13 anos, pelo papel de Briony Tallis em Desejo e Reparação (2007), foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Seguiram-se muitos filmes, entre os quais Um Olhar do Paraíso (2009), Hanna (2011) e O Grande Hotel Budapeste (2014). Em 2016, por sua performance em Brooklyn, recebeu sua segunda indicação, desta vez para Melhor Atriz. Ronan também estrela o filme Com Amor, Van Gogh, indicado a Melhor Animação nesta mesma cerimônia.

Meryl Streep (The Post – A Guerra Secreta)

Meryl Streep em The Post. Foto: Divulgação.

Meryl Streep em The Post. Foto: Divulgação.

Katharine Graham é a dona e editora-chefe do The Washington Post, que arrisca-se ao expor segredos governamentais envolvendo quatro presidentes norte-americanos.

Streep é americana, tem 68 anos e esta é sua vigésima primeira indicação. Considerada por muitos como a “melhor atriz da sua geração”, Streep é, por uma grande margem, recordista em indicações de atuação do Oscar. Estreou no cinema em 1977, no ano seguinte já recebeu sua primeira indicação, a Melhor Atriz Coadjuvante, por O Franco-Atirador (1978), e no outro já levou a estatueta, na mesma categoria, por Kramer versus Kramer (1979). Três anos depois, conseguiu ganhar Melhor Atriz, por A Escolha de Sofia (1982). Entre os filmes mais notórios de sua carreira estão Entre Dois Amores (1985), Um Grito no Escuro (1988), As Pontes de Madison (1995), Adaptação (2002), O Diabo Veste Prada (2006) e Dúvida (2008). Em 2012, finalmente venceu seu terceiro Oscar, pela interpretação de Margaret Thatcher em A Dama de Ferro. Streep também é dona de 3 Emmys.

Melhor Ator:

Timothée Chalamet (Me Chame pelo Seu Nome)

Timothée Chalamet em Me Chame pelo Seu Nome. Foto: Divulgação.

Timothée Chalamet em Me Chame pelo Seu Nome. Foto: Divulgação.

Elio Perlman é um inteligente e talentoso garoto de 17 anos que passa as férias de verão na Itália, e se atrai pelo assistente de seu pai, Oliver.

Chalamet é americano, tem 22 anos e esta é sua primeira indicação. Estreou no cinema em 2014, com dois filmes: Homens, Mulheres e Filhos, de Jason Reitman, e Interestelar, de Christopher Nolan – como o filho do personagem de Matthew McConaughey. Este ano, para além do protagonista de Me Chame pelo Seu Nome, Chalamet tem um papel secundário em Lady Bird – A Hora de Voar, também indicado a Melhor Filme. Uma curiosidade: Chalamet já namorou Lourdes Leon, filha de Madonna.

Daniel Day-Lewis (Trama Fantasma)

Daniel Day-Lewis em Trama Fantasma. Foto: Divulgação.

Daniel Day-Lewis em Trama Fantasma. Foto: Divulgação.

Reynolds Woodcock é um estilista talentoso e renomado, mas um tanto obsessivo, que se interessa pela garçonete Alma (Vicky Krieps).

Day-Lewis é inglês, tem 60 anos e esta é sua sexta indicação. Ficou conhecido em 1985, pela participação nos filmes Minha Adorável Lavanderia e Uma Janela para o Amor. Em 1990, como Christy Brown em Meu Pé Esquerdo, Day-Lewis ganhou seu primeiro Oscar de Melhor Ator. Seguiram-se indicações pelos filmes Em Nome do Pai (1993), Gangues de Nova York (2002), Sangue Negro (2007) e Lincoln (2012) – pelos últimos dois, respectivamente, levou seu segundo e terceiro prêmios da Academia. Day-Lewis é o único ator, na história da premiação, a ter 3 Oscars como protagonista. Famoso pelo comprometimento extremo com seus personagens, ele é considerado um ator seletivo, fazendo intervalos de vários anos entre seus filmes. Ano passado, Day-Lewis anunciou que se aposentaria, e que este papel em Trama Fantasma seria seu último.

Daniel Kaluuya (Corra!)

Daniel Kaluuya em Corra!. Foto: Divulgação.

Daniel Kaluuya em Corra!. Foto: Divulgação.

Chris Washington é um jovem fotógrafo negro que vai passar um final de semana na casa da família da namorada branca – e lá, depara-se com situações muito estranhas.

Kaluuya é inglês, tem 29 anos e esta é sua primeira indicação. Ele começou no teatro de improvisação e ganhou notoriedade quando fez parte do elenco das duas primeiras temporadas da série Skins – para a qual também escreveu alguns episódios. Mas Kaluuya ganhou reconhecimento ainda maior quando estrelou Fifteen Million Merits, o segundo episódio da primeira temporada de Black Mirror – que foi o que chamou a atenção de Jordan Peele, diretor de Corra!, para escalá-lo no filme. Kaluuya está no elenco de Pantera Negra, atualmente em cartaz.

Gary Oldman (O Destino de uma Nação)

Gary Oldman em O Destino de uma Nação. Foto: Divulgação.

Gary Oldman em O Destino de uma Nação. Foto: Divulgação.

Winston Churchill acaba de assumir o cargo de Primeiro-Ministro da Inglaterra, num momento crítico da Segunda Guerra, em que as tropas inimigas estão se aproximando da ilha britânica.

Oldman é inglês, tem 59 anos e esta é sua segunda indicação. Tido como uma referência pelos colegas, especialmente por sua versatilidade, Oldman ganhou destaque com a interpretação de Sid Vicious em Sid & Nancy – O Amor Mata (1986), seguindo-o com uma série de personagens marcantes: o poeta Joe Orton em O Amor Não Tem Sexo (1987), Lee Harvey Oswald em JFK – A Pergunta que Não Quer Calar (1991), Conde Drácula em Drácula de Bram Stoker (1992) e Beethoven em Minha Amada Imortal (1994). Também é muito célebre a galeria de vilões que interpretou, em filmes como O Profissional (1994), O Quinto Elemento (1997) e Força Aérea Um (1997). Nos anos 2000, teve uma ressurgência na carreira ao assumir os papeis de Sirius Black, na franquia Harry Potter, e James Gordon, na franquia Batman. Por muito tempo, foi considerado um dos melhores atores a não ter uma indicação ao Oscar; fato que foi quebrado em 2012, pela performance em O Espião que Sabia Demais.

Denzel Washington (Roman J. Israel, Esq.)

Denzel Washington em Roman J. Israel, Esq. Foto: Divulgação.

Denzel Washington em Roman J. Israel, Esq. Foto: Divulgação.

Roman J. Israel é um advogado idealista de Los Angeles que, a partir da internação de seu sócio, é levado a uma crise pessoal e moral.

Washington é americano, tem 63 anos e esta é sua oitava indicação. Ele fez sua estreia no cinema em 1981 e, alguns anos depois, já recebia sua primeira indicação ao Oscar, de Melhor Ator Coadjuvante, por Um Grito de Liberdade (1987); a vitória, na mesma categoria, viria em seguida, por Tempo de Glória (1989). Todas as indicações seguintes foram para Melhor Ator: Malcolm X (1992), Hurricane – O Furacão (1999), Dia de Treinamento (2002), que lhe deu sua segunda estatueta, O Voo (2012) e Um Limite Entre Nós (2016). Este último também foi dirigido por Washington. Outros filmes do ator, dentro de uma longa e reverenciada carreira, que merecem ser citados incluem: O Dossiê Pelicano (1993), Filadélfia (1993), O Colecionador de Ossos (1999), Sob o Domínio do Mal (2004) e O Gângster (2007).

Oscar 2018: Melhor Atriz e Melhor Ator
To Top