UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
...
Connect with us
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js
Dona Onete (Foto: Walda Marques)

Premiações

UBC homenageia Dona Onete na segunda edição do ‘Troféu Tradições’

Dona Onete (Foto: Walda Marques)

Sempre reverenciando a música brasileira e dando visibilidade aos nossos artistas, a União Brasileira de Compositores (UBC) realizará, no lendário Theatro da Paz, em Belém, a segunda edição do “Troféu Tradições”. Neste ano, o evento, que acontecerá no dia 22 de Junho, dia do aniversário de 80 anos da UBC, homenageia a cantora e compositora Dona Onete.

Estrela  responsável por sucessos como “No meio do Pitiú”, “Jamburana” e “Banzeiro”, a artista com 82 anos de vida já soma mais de 300 composições e segue compondo boleros e tantas outras nos gêneros carimbó “chamegado”, “bangüês”, “lundus”, entre outros.

O show é apresentado pela UBC, conta com o apoio do Theatro da Paz e da Secretaria de Cultura do Governo do Pará e tem parceria da Libra. As vendas abrem hoje (01/06), através do site Ticket Fácil e na bilheteria do teatro.

“Estou radiante de felicidade. Todas as homenagens que quiserem me fazer, que façam em vida, que eu quero ver o quanto eu sou querida (risos). Fico muito feliz por um reconhecimento desse que é de ordem nacional. Nunca pensei que isso ia acontecer comigo. Eu sou de Cachoeira do Arari (interior do Pará), caí de paraquedas na música. É uma honra muito grande poder representar o povo do Pará e da Amazônia.”, comenta a artista, que lançou seu primeiro álbum aos 72 anos.

Dona Onete (Foto: Adriano Fagundes)

A homenageada fará um show presencial, com venda de ingressos, e transmissão ao vivo pelo canal da UBC no YouTube. A apresentação contará com participações especiais de Fafá de Belém, Jaloo, Mestre Damasceno, Lucas Estrela, Félix Robatto,  Aqno e o grupo de Carimbó Sancari. A direção ficará a cargo de Batman Zavareze, artista visual e designer responsável por trabalhos com Marisa Monte, Los Hermanos, Roberto Carlos, Rubel, Tribalistas, dentre outros.

Sobre a apresentação, Dona Onete adianta que será uma noite muito alegre e com muita cantoria. “Quero me preparar, ir bem bonita receber as homenagens e cantar minhas músicas com outros artistas importantes que cantam o Pará pro mundo também. Vamos cantar o que é nosso, viver o que é nosso, fazer a festa no Theatro da Paz e festejar o que temos de especial”, afirma.

Segundo Paulo Sérgio Valle, Diretor Presidente da UBC: “Dona Onete é a tradição que não tem tempo, que se renova como o vento, e nos surpreende a todo momento”. Marcelo Castello Branco, Diretor Executivo, reforça o compromisso da UBC em valorizar a pluralidade da música brasileira: “O Troféu Tradições deste ano vai para o Pará, o Carimbó, outra expressão da excelência e diversidade da riqueza da música  brasileira exemplarmente representada pelo talento e coragem de Dona Onete, uma vida dedicada à cultura e à música. Seguimos com nosso propósito de valorizar a pluralidade e singularidade de nossos titulares em suas maiores capacidades”.

Esta é a segunda vez que o troféu homenageia uma compositora. Na primeira edição do prêmio, em 2021, a UBC homenageou Anastácia, conhecida como “Rainha do Forró”. Natural do Recife, a artista é parceira de Dominguinhos em mais de 250 canções.

Segundo dados divulgados na edição deste ano do estudo “Por Elas Que Fazem a Música”, realizado pela própria UBC, em 2021, dos quase 8 mil novos associados, 18% foram mulheres. Neste mesmo ano, elas representaram 16% do quadro total de associados, o que corresponde a um aumento de um ponto percentual em relação aos 15% de mulheres de 2020. Porém, mesmo com o aumento no número de associadas, pelo terceiro ano consecutivo, o valor distribuído para mulheres continua estagnado em 9%, e entre os 100 titulares com maior rendimento vindo do exterior, apenas 13 são mulheres.

A cantora e diretora da UBC Paula Lima fala sobre a representatividade de Dona Onete: “Dona Onete é referência, é representatividade. Uma paraense que traz na sua identidade a alegria, o orgulho do Norte, a liberdade em exercer o seu ofício de forma inspiradora”.

Dona Onete (Foto: Walda Marques)

Quem é o fenômeno do Pará que conquistou o mundo

Divertida, positiva, criativa, e atenta a tudo. Aos 82 anos, Dona Onete é um fenômeno do Pará para o mundo. Lançando seu primeiro álbum aos 72 anos, a artista traz uma trajetória marcante como mulher forte e independente, professora e até secretária de cultura em cidades do interior, até chegar na sua carreira como cantora, compositora e artista pop. Dona Onete foi professora de História durante 25 anos, Secretária de Cultura e Fundadora de grupos de dança e música regional. Atualmente, segue compondo (soma mais de 300 composições) de maioria boleros e tantas outras nos gêneros carimbó “chamegado”, “bangüês”, lundus, e mais.

Após ser uma das estrelas da série de espetáculos “Terruá Pará”, participar de importantes grupos folclóricos como o “Raízes do Cafezal” e do grupo pop com raízes regionais “Coletivo Rádio Cipó”, e interpretar no cinema uma cantadora de carimbó no filme “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios” , é em 2012 Dona Onete grava e lança seu primeiro CD, “Feitiço Caboclo”, que marca seu primeiro  hit, “Jamburana”.

Em 2013 tocou em muitos festivais de música nacionais e foi destaque de documentários sobre a música brasileira para tvs brasileiras e para a série “Music Journey”, da National Geographic, além de participações em importantes eventos de música e folclore como o FIFBA (Buenos Aires). Em 2014, seu CD “Feitiço Caboclo” foi lançado internacionalmente pela companhia “Mais Um Gringo Records”. Participou de grandes festivais europeus, tais como Womad e Black Power.

No ano de 2016, Dona Onete lança seu segundo álbum com músicas inéditas, “Banzeiro”. Este novo trabalho autoral trouxe um repertório inspirado no passado histórico-cultural da artista, relembrando as canções do rádio de outrora, e contando um pouco da história dos negros escravos que foram trabalhar nas lavouras de cana do Pará e trouxeram sua rica cultura de dança e ritmo que, mais tarde uniram-se aos caboclos, que lá já estavam, criando um ritmo denominado Bangüê.  No final realizou tour norte americana com grandes shows em 6 cidades. Sua música “Boto Namorador” foi destaque na novela da Rede Globo, “A Força do Querer”.  Suas “Jamburana” e “Feitiço Caboclo” integraram novelas de sucesso também da TV Globo.

Em julho de 2017 Dona Onete foi capa da maior revista de world music no mundo, a Songlines, e fez sua quarta turnê na Europa passando por grandes festivais como Rudolstadt Festival na Alemanha, Zwarte Cross na Holanda, WorldWide Festival em Sète – França.

Outra música de imenso sucesso é “No Meio do Pitiú”,  com mais de 18 milhões de views no Youtube com seu clipe. A música foi eleita a melhor do ano na lista top 20 do super DJ Gilles Peterson da BBC de Londres e da Worldwide FM. No mesmo ano de 2018 mais turnês pelo México e Europa, sendo destaque de grandes festivais como Roskilde (Dinamarca) e Mimo (Portugal).

Em 2019, lança 4 novos videoclipes e seu terceiro álbum, “Rebujo” (o primeiro single lançado junto com seu vídeo dirigido por Lirio Ferreira & Natara Ney, “Festa do Tubarão”. Neste mesmo ano volta ao primeiro lugar na World Music Charts Europe com a música “Rebujo” (Festa do Tubarão) e segue entre as 5 mais tocadas do ano. Também ponteou o ranking da Transglobal Music Charts  e o álbum foi eleito “Vinil do Mês”pela The Arts Desk (associação de críticos do Reino Unido).

Ainda em 2019, fez incursão pela Oceania em vários festivais pela Australia e Nova Zelêndia incluindo WomAdelaide e Womad NZ, além de shows culinários com Onete apresentando sua cozinha maravilhosa do Pará. Esses shows culinários foram apresentados com sucesso também em Londres (2 vezes), São Paulo e Belo Horizonte. Ao lado de sua banda, foi mestre de cerimônias do espetáculo PARÁ POP, no Palco Sunset do ROCK IN RIO, recebendo seus conterrâneos Lucas Estrela, Jaloo, Fafá de Belém e Gaby Amarantos. Em seguida, indo para a Finlândia atuar como único representante da WOMEX (maior feira do mercado da música) com seu show arrebatador, além de apresentações na Espanha, Bélgica e França. Em 2020 começou o ano lançando remixes de Festa do Tubarão (Imperatore Remix) e Musa da Babilonia (remix DJ Mam com Jonnathan Ferr), sucesso nas rádios alemãs e belgas.

Dona Onete segue compondo, fazendo lives, receitas, e planejando seu próximo álbum e turnês no Brasil e exterior.

SHOPPING

Inscrever-se na Newsletter

Written By

Jucilene, pernambucana, nascida em Recife. Formada em Produção Publicitária. Apaixonada por musica, filmes, séries e redes sociais.

Mais Populares

Anitta. Foto: Divulgação Anitta. Foto: Divulgação

Anitta lança novo perfume íntimo ‘Puzzy by Anitta’

Brasil

Van Gogh. Foto: Divulgação Van Gogh. Foto: Divulgação

Exposição Van Gogh Live 8K já está em cartaz no Rio; saiba mais

Notícias

Mari Fernandez Mari Fernandez

“Eu Quero Recair” é último lançamento do DVD de Mari Fernandez feat Simone & Simaria

Brasil

Anitta. Foto: Divulgação Anitta. Foto: Divulgação

Anitta e Cimed lançam perfume íntimo, ‘Puzzy by Anitta’

Brasil

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Copyright © PopNow 2017 - 2022. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter

Skip to content