Connect with us

Subscribe

PopEntrevista

Solarrio fala sobre álbum de estreia, inspirações, vinda ao Brasil e muito mais

Fotos: Divulgação

Solarrio revela seu álbum de estreia: All The Wrong Places. Uma mistura magistral de R&B e funk dos anos 80 com um toque moderno. Lançado independentemente pela Playel Records, essa obra-prima de produção própria apresenta colaborações com Holland Izz, Dusty G Fuller, Lenka Shockely e Nnaji, criando uma mistura eclética de faixas que são tão envolventes quanto inovadoras.

Criado em Los Angeles e Berlim, o álbum de Solarrio é uma jornada movida a sintetizadores por meio de batidas bombásticas e ritmos groovy, tudo ressaltado por uma atmosfera cinematográfica que transporta os ouvintes para um mundo de cores vivas e emoções sinceras. O álbum é uma homenagem ao passado, ao mesmo tempo em que se mantém firme no presente, combinando a vibração dos anos 80 com uma produção moderna e de ponta.

A música de Solarrio é caracterizada por seu ritmo acelerado e grooves funky, com letras honestas e diretas e composições inteligentes. Cada faixa mostra sua capacidade de misturar melodias contagiantes com narrativas bem pensadas, resultando em um som que é ao mesmo tempo nostálgico e refrescantemente novo.

O álbum foi meticulosamente masterizado no The Bakery Studios, em Los Angeles. A representação visual da atmosfera do álbum foi traduzida por Cassidy Howell, também conhecido como Sahtyre, cujo design para a capa do álbum captura a essência da música de Solarrio – dinâmica, colorida e cheia de vida.

Confira a entrevista com o cantor Solarrio:

Conte-nos um pouco sobre a produção do seu álbum de estreia “All The Wrong Places”?

A inspiração foi fazer um álbum com influências dos anos de 1980, porque são minhas musicas favoritas, o pop, R&B, Funk dos anos de 1980… então queríamos fazer esse som, mas de uma forma mais moderna. Essa foi a inspiração. A produção foi feita por mim e meu co-produtor. Escrevi e gravei musicas entre Berlim, Alemanha e Los Angeles, nos EUA.

Em “All The Wrong Places” você mistura vários gêneros musicais, como aconteceram essas combinações?

Eu sou o produtor, então já fiz um monte de rap, R&B para outras pessoas na minha carreira. Então essa parte é sempre presente no jeito que faço música, só que nas minhas próprias músicas eu queria fazer de uma forma mais melancólica. Eu também tinha ideias de musicas e certas musicas que eu queria fazer, mas não conseguia fazer com outros artistas. Então foi importante pra mim como artista, criar meu próprio estilo.

O que esse álbum representa para você?

Esse álbum representa mais de 10 anos trabalhando atrás das cenas com outras pessoas e finalmente sendo capaz de me expressar artisticamente pela primeira vez em um formato longo, porque eu já lancei muitos singles e Eps. Quando eu cresci eu sempre queria ouvir álbuns, então foi importante para mim, para o meu ego artístico, criar um álbum.

Além disso, o álbum conta com diversas colaborações. Como esses convites aconteceram? Vocês já trabalharam juntos?

Os artistas que eu apresento são pessoas que eu conheço pessoalmente, então não são artistas que eu não conheço, são pessoas que eu já trabalhei antes, e a maioria deles são amigos meus. Então no meu primeiro álbum eu não queria apresentar ninguém de fora, eu queria que fossem pessoas que eu conheço pessoalmente, que eu tenho uma boa relação e que eu gosto da sua música.

Você já veio para o Brasil?

Minha tia mora em São Paulo. Eu só fui no aeroporto porque tinha um voo que tinha conexão em São Paulo, mas nunca visitei o Brasil além disso. Mas eu quero muito visitar o Brasil, esse ano talvez. Eu tenho muitos amigos brasileiros e estou aprendendo português, quero ir com certeza.

Você conhece artistas brasileiros?

Eu gosto da Ludmilla, todo mundo conhece a Anitta. Eu gosto muitos dos cantores de funk do Brasil.

Acha que em algum momento da sua vida e carreira, você vai lançar um musica com algum cantor brasileiro?

Eu adoraria. Quero ir para o Brasil para estar com pessoas em estúdio, não quero mandar musica por e–mail. A musica é melhor quando você está numa sala com pessoas.

Uma palavra que descreveria seu novo álbum?

Retro-futurista.

O que mais podemos esperar de novidades além do novo álbum?

Este álbum é apenas o começo. Estou trabalhando em mais três ou quatro projetos, então antes do fim deste ano vou lançar outro Ep.

Inscrever-se na Newsletter

Olá, seja bem-vinde ao universo do Portal PopNow! A partir de agora você receberá notícias fresquinhas e selecionadas para você estar por dentro de tudo o que acontece no mundo musical, de cinema, TV e entretenimento em geral. Venha com a gente! PopNow - Know-how Pop

Written By

Jucilene, pernambucana, nascida em Recife. Formada em Produção Publicitária. Apaixonada por musica, filmes, séries e redes sociais.

Mais Populares

Biel fala sobre retorno ao mercado musical, novos lançamentos, regravação inédita e mais

PopEntrevista

Fernando e Sorocaba levam Churrasco On Fire a novas cidades com experiências inesquecíveis

Sertanejo

Nanno disponibiliza o novo álbum ‘Minerium Sessions’

Brasil

MC Ryan SP e MC IG lançam juntos o single ‘Filha do deputado’

Brasil

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Olá, seja bem-vinde ao universo do Portal PopNow! A partir de agora você receberá notícias fresquinhas e selecionadas para você estar por dentro de tudo o que acontece no mundo musical, de cinema, TV e entretenimento em geral. Venha com a gente! PopNow - Know-how Pop

Copyright © PopNow 2017 - 2023. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter

Olá, seja bem-vinde ao universo do Portal PopNow! A partir de agora você receberá notícias fresquinhas e selecionadas para você estar por dentro de tudo o que acontece no mundo musical, de cinema, TV e entretenimento em geral. Venha com a gente! PopNow - Know-how Pop