UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
...
Connect with us
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

Música

PopEntrevista | Márcio Lomiranda

Confira o nosso bate-papo com o artista.

O músico e compositor Márcio Lomiranda retornou ao cenário musical com o seu trabalho mais recente, o álbum “Eletroalma”, que conta com dezesseis músicas. A faixa “Parafuso do Computador” é o carro chefe deste novo trabalho, que segundo o autor da obra, representa um mergulho profundo em sua alma, nas suas sensações mais profundas de quando era criança.

PN: De todas as faixas do seu álbum, qual é a sua favorita?
Márcio: “Parafuso do Computador”

PN: Sendo um artista diverso, como foi a experiência de produzir músicas mais voltadas para o EDM e o Lo-Fi?
Márcio: Eu procuro compor sem focar em estilos, trabalho com sequenciamentos aliados a progressões harmônicas mais diversificadas com uma pitada de improvisação jazzística, sempre buscando imprimir um swing mais brasileiro na música eletrônica, uma mistura de berlim com caruaru, kraftwerk com maracatu.

PN: Sair da zona de conforto e se reinventar é essencial?
Márcio: Eu acredito nunca ter estado na zona de conforto durante a minha vida como criador de música e acho isso fundamental para qualquer artista.

PN: Você diz que o “Eletroalma” é um profundo mergulho nas dores e curas do mundo, como foi esse processo de colocar as dores pra fora e expressá-las nas músicas?
Márcio: Eu procurei pintar as cores das dores físicas e emocionais de todos nós, coisas comuns a todo ser humano. A finalização do trabalho se deu em plena pandemia, o que reforçou essa dor.

PN: “Parafuso do Computador” é a música principal deste trabalho, o quanto essa faixa representa para você?
Márcio: Eu acho que ela sintetiza todo um sentimento de dor e cura, por isso utilizei samplers com as vozes de meu pai, meus filhos e meus netos. Essa faixa sintetiza tudo aquilo que respondi na primeira pergunta, ou seja, a mistura das sequências, as pitadas de improvisações jazzísticas no piano elétrico e a brasilidade.

PN: Quanto tempo levou para produzir o álbum?
Márcio: Por volta de três anos.

PN: Sem a pandemia existiria o “Eletroalma”?
Márcio: O “Eletroalma” existiria sim, ele começou a ser produzido antes da pandemia e como todos os meus trabalhos anteriores, é sempre uma eterna busca, uma mutação, uma passagem para o próximo.

O álbum já está disponivel no Spotify e para conhecer mais do trabalho do artista acompanhe ele no instagram @lomiranda.

SHOPPING

Inscrever-se na Newsletter

Written By

Mais Populares

Criolo. Foto: Divulgação Criolo. Foto: Divulgação

TIM Music Rio terá shows de Criolo, Liniker e IZA; saiba mais

Festival

Wesley Safadão. Foto: Divulgação Wesley Safadão. Foto: Divulgação

‘Vai ser uma noite histórica e cheia de novidades’, diz Wesley Safadão sobre edição do Garota VIP em Fortaleza

Brasil

Taby Taby

Em comemoração aos 16 anos, Taby lança single ‘Malvadeza’, em parceria com Lukkaz

Brasil

Criolo. Foto: Divulgação Criolo. Foto: Divulgação

TIM Music Rio apresenta shows de IZA, Xamã, Criolo, Seu Jorge, Luiza Sonza, Liniker e Majur

Festival

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Copyright © PopNow 2017 - 2021. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter

Skip to content