UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Conecte-se conosco
Luciana Gimenez recebeu o investidor Douglas Araújo para falar sobre as dificuldades em empreender no Brasil

Notícias

Luciana Gimenez recebeu o investidor Douglas Araújo para falar sobre as dificuldades em empreender no Brasil

Luciana Gimenez recebeu o investidor Douglas Araújo para falar sobre as dificuldades em empreender no Brasil

“Certa ocasião, eu queria aumentar o meu limite do cartão de crédito para viajar para o exterior e mesmo dentro do perfil e nome limpo, não consegui” diz Douglas Araújo

O protagonismo do movimento negro tem crescido nos últimos dias devido aos recentes protestos em todo o mundo sobre as injustiças e assassinatos cometidos contra indivíduos negros. Casos como o de George Floyd, no dia 25 de maio e do menino Miguel no último 2 de junho, trouxeram o tema para as pautas mundiais. Entre tantas discussões e protestos, muitos cidadãos negros viram a oportunidade de se manifestarem em suas respectivas áreas e encontram voz nas mídias sociais e na imprensa como meio de denúncia do preconceito sofrido até então. Com o objetivo de também relatar as suas experiências, o empreendedor Douglas Araújo, autor do livro Do Abacate ao Milhão – 7 passos para enriquecer, decidiu abordar o empreendedorismo negro no Brasil e quais são as principais dificuldades encontradas no caminho de quem decide criar o próprio negócio e ainda tem que lidar com o preconceito.

Um estudo sobre o Empreendedorismo Negro no Brasil, realizado pela aceleradora de empresários negros PretaHub em parceria com a Plano CDE e o JP Morgan fez um levantamento e descobriu que os empreendedores negros no Brasil estão divididos em três perfis: necessidade (34%), vocação (35%) e engajamento (22%). Ou seja, os 34% são aqueles que entram no mundo dos negócios por necessidade, falta de dinheiro ou porque estão desempregados; 35% são profissionais qualificados e especializados; e por fim, os 22% são empreendedores que exercem atividades auto afirmativas, voltadas para o público afro.

Durante entrevista no programa Superpop com Luciana Gimenez, o empreendedor e autor Douglas Araújo contou sobre as dificuldades de seempreender nos dias de hoje no Brasil.

Uma das maiores dificuldades para o negro abrir um negócio no Brasil é o acesso ao capital. Uma prova disso é que 32% já tiveram crédito negado sem explicação, mesmo com nome limpo, segundo o estudo. O que se observa é que o dinheiro está em instituições gerenciadas por homens brancos. “Certa ocasião, eu queria aumentar o meu limite do cartão de crédito para viajar para o exterior e mesmo dentro do perfil e nome limpo, a instituição financeira falou que o problema era no sistema interno do banco, demorando alguns meses para se resolver. Não bastando isso, as recepcionistas de um banco para clientes investidores só passaram a me tratar melhor quando me viram descendo do meu carro importado. Isso é muito comum, infelizmente”, relata Douglas.

Douglas integra os 35% dos empreendedores negros, aqueles que empreendem por vocação. Sua atuação é basicamente no segmento imobiliário no qual relata também uma certa dificuldade por ser negro. “Quando vou fazer negócios imobiliários, mesmo interessado em comprar o imóvel à vista, sempre tenho que fazer uma ginástica tremenda para provar que tenho condições de adquirir o apartamento, casa ou sala comercial. A negociação é sempre feita com muita desconfiança e constrangimento. A tratativa só muda quando o capital financeiro do imóvel é transferido para os proprietários”, conclui.

Sobre Douglas Araújo

Além de investidor e escritor, Douglas Araújo também é idealizador da ONG Sementes do Amanhã, juntamente com um grupo de moradoras da comunidade e comerciantes do município de Morro do Chapéu – BA. Lá são alimentadas diariamente 50 crianças que também participam de atividades socioeducativas. Além disso, são oferecidos cursos profissionalizantes aos pais dessas crianças como: manicure, pedicure, cabelereira e barbeiro como um incentivo para gerarem a sua própria renda. Em 2020, será implantada uma nova unidade da ONG Sementes do Amanhã no município de Cafarnaum – BA.

Douglas é formado em Fisioterapia pela UniSant’Anna e Teologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Também possui pós-graduação em Gestão de Negócios pela Faculdade Visconde de Cairú e Psicologia Junguiana no Instituto Junguiano de Ensino e Pesquisa.

Serviço

Do Abacate ao Milhão – 7 passos para enriquecer – Editora Reflexão – R$ 29,90

Nas mídias sociais:

www.instagram.com/douglasaraujor

Fotos: Acervo Pessoal / Renato Cipriano – Divulgação

SHOPPING

Newsletter Signup

Tiago Ghidotti
Escrito por

Paulista, 41 anos, morando em Campinas/SP, amante de uma boa notícia e de tecnologia! CEO do EGOBrazil.com

Os 4 posts em destaque

Trumpas. Foto: DIvulgação. Trumpas. Foto: DIvulgação.

Renan Scharmann faz ensaio via Facetime com Trumpas

Notícias

uRock!: Gabriel Lobo, criador da websérie, fala sobre cinema independente e a importância da arte

Séries

‘Somos livres para fazer o que quisermos’: Nathan Barone fala sobre arte, websérie, vida, sexualidade e muito mais

PopEntrevista

Estrela internacional da Disney, a brasileira Gabriella Di Grecco lança season finale de projeto paralelo

Lançamentos da Semana

Anúncio
Newsletter Signup

Copyright © PopNow 2017 - 2020. Todos os Direitos Reservados.

Conecte-se
Newsletter Signup