UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Conecte-se conosco

Brasil

Elyfer Torres conta toda a preparação para viver ‘Betty em Nova York’; série de grande sucesso na TV e agora na Netflix

Elyfer Torres. Foto: Reprodução / Instagram (@ElyferTorres)

A febre de anos atrás está de volta!  Uma nova roupagem, um novo cenário e uma história mais moderna de todas as versões anteriores: “Betty em Nova York” desde sua estreia vem tendo um grande destaque na plataforma de streaming, Netflix entre o Top 10, já no SBT o sucesso não é diferente, embalando às tardes e crescendo audiência do canal. E para falar desse grande sucesso, a protagonista da série Elyfer Torres, recebeu a imprensa na manhã desta quinta-feira (12), em um hotel na Avenida Paulista, em São Paulo.

Dentre 300 atrizes que fizeram teste para o papel de Betty, Elyfer foi a escolhida e em todas as audições a atriz contou que estava com seu cabelo liso, mas na primeira leitura das cenas, Torres apareceu com seus cabelos naturais cacheados e deixou todos surpresos. “Depois que viram meus cabelos cacheados, pediram para refazer os testes de vídeos com ele natural e adoraram. Fiquei aliviada, porque se tivesse que manter o cabelo liso, teria que fazer permanente e acabaria perdendo meus cachos. Não quero passar a ideia de que só mulheres com cabelos lisos são bonitas. Eu sou linda assim!”

Anúncio

“Eu acho muito feio a palavra ‘feia’, pois ninguém tem o direito de falar para outra pessoa que é feia”.

A nova versão original tirou do seu título a palavra “feia”, mas aqui no Brasil, a palavra ainda continua, pois o enredo é conhecido assim. “Eu acho muito ruim a palavra ‘feia’, pois ninguém tem o direito de falar para outra pessoa que é feia. No título original da novela, tiraram essa palavra, então é apenas ‘Betty em NY’. Aqui no Brasil colocaram a palavra, “feia”, não que eu não tenha gostado, mas entendo que é pelo sucesso das outras versões por aqui”.

A a jovem inteligente, é julgada pelos os outros pela sua aparência. E a primeira coisa que teve que fazer para esse papel foi deixar a vaidade um pouco de lado. Elyfer confessou que não viu as versões anteriores, então procurou trazer a sua versão de Betty.

“Então comecei a comer mais, deixar o bigode crescer, as sobrancelhas, os pelos do braço que sempre depilava, no cabelo não passava mais nenhum creme de hidratação e tive que colocar aparelho ortodôntico”.

“Fiquei sabendo que seria a Betty em agosto e íamos começar a gravar em outubro, mas pedi para a produção que enviasse os roteiros para começar a estudar e já dar vida a Betty. Então comecei a comer mais, deixar o bigode crescer, as sobrancelhas, os pelos do braço que sempre depilava, no cabelo não passava mais nenhum creme de hidratação e tive que colocar aparelho ortodôntico. Esse foi o processo físico, depois iniciei o processo interno de conhecer melhor a minha personagem, então fiz um livro que deu mais de 40 páginas, e fui anotando seus gostos, como a cor preferida, a música favorita, traumas que ela passou e comida favorita. Tudo que notava na minha personagem, sobre o que ela sentia e pensava, colocava lá, pois as pequenas coisas dão vida a personagem”.

“Tudo que notava na minha personagem, sobre o que ela sentia e pensava, colocava lá, pois as pequenas coisas dão vida a personagem”.

A atriz também comentou a responsabilidade de fazer seu primeiro papel de protagonista ainda mais por ser uma personagem que marcou gerações e ser tão famosa. “Tinha muito medo de não poder chegar nem aos dedinhos dos pés delas, das outras atrizes que interpretaram a Betty. Então decidi tirar isso da minha cabeça e criei tudo do zero, sem pensar muito nisso. Dediquei todo meu tempo e toda minha força necessária para fazer o melhor”

O grande criador dessa obra, Fernando Gaitán, faleceu dois dias antes da estreia no México, mas Elyfer não deixou de demostrar sua gratidão. “Foi muito mágico e importante que Fernando tenha conseguido fazer parte dessa versão. É lindo ver que através da obra dele, do que escreveu, criamos um mundo mágico e tudo que ele queria passar ao mundo foi feito. Acho que ele mudou muitas coisas do roteiro original, para que fosse aceito pelas televisões e por seus telespectadores. Foi um choque para todos do elenco quando soubemos que ela não estaria entre nós, mas no fundo a gente estava feliz porque ele dedicou toda sua arte e o tempo para dar vida a “Betty em Nova York”.

“É lindo ver que através da obra dele, do que escreveu, tenhamos criado um mundo mágico e tudo que ele queria passar ao mundo foi feito. Acho que ele mudou muitas coisas do roteiro original para que fosse aceito pelas televisões e por seus telespectadores”.

Como todo o set de gravação, entre as cenas e erros tem sempre histórias engraçadas, e Elyfer contou as que mais te marcaram “A mais engraçada, foi na minha primeira cena romântica com Erick Elías (Armando), a gente estava deitados e dei uma joelhada nas partes íntimas dele, na hora deu um grito e só sabia falar desculpas, mas ficou tudo bem e só pediu uns segundos (Risos). Já eu e Aaron Diaz (Ricardo), a gente apostava para quem se trocava mais rápido e o ganhador comia um doce”.

“A gente estava deitados e dei uma joelhada nas partes íntimas dele e deu um grito e só sabia falar desculpas, mas ficou tudo bem e só pediu uns segundos”.

Sobre uma segunda temporada da série, ela falou que não sabe se irá acontecer, mas ficou bem animada se poder dar uma continuação a sua protagonista, porque amou a história. “Betty com um filho, Patrícia e seus namorados. Enfim, coisas que ficaram muito abertas, que deixou espaço para novas histórias. Tomara que aconteça! Agora a campanha tem que ser #BettyEmNY2, e acredito que se todos querem mesmo. E ser for bastante pedida, o Telemundo pode atender o pedido do público”.

“Agora a campanha tem que ser #BettyEmNY2, e acredito que se todos querem mesmo. E ser for bastante pedida, o Telemundo pode atender o pedido do público”.

Mesmo com todo sucesso de “Betty em Nova York”, Elyfer Torres já tem outros projetos para 2020 como se dedicar mais na carreira de cantora, na série a atriz pode mostrar esse talento, em que canta a música tema de Betty e Armando. E já como atriz chegará com 2° temporada de “Inimigo Íntimo” que está na Netflix onde vive uma vilã, bem diferente de Betty.

SHOPPING

Newsletter Signup

Carolina Didonet
Escrito por

Jornalista, 22 anos e canceriana. Apaixonada por séries e filmes de super-heróis, mas que não dispensa uma comédia romântica/drama com final previsível. Não vivo sem música e minha playlist é aquela que toca de tudo. SEM BRINCADEIRA! Agora formada, a menina/mulher sonha trabalhar com entretenimento e cobrir os festivais por aí.

Os 4 posts em destaque

Exclusivo: Illusionize terá participação de fãs em live deste sábado

Eletrônica

Morada. Foto: Divulgação Morada. Foto: Divulgação

Morada lança álbum ‘Ele É’ nas plataformas de música e clipe da canção ‘Não há amor igual’ no Youtube

Música

Exclusivo: Autor do sucesso ‘Downtown’, Justin Quiles fala sobre ‘PAM’, parceria com Daddy Yankee

PopEntrevista

Gusttavo Lima lança ‘Saudade Sua’; canção é a primeira do projeto ‘Embaixador na Quarentena’

Sertanejo

Anúncio
Newsletter Signup

Copyright © PopNow 2017 - 2020. Todos os Direitos Reservados.

Conecte-se
Newsletter Signup