UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais. Foto: Reprodução/Facebook
Notícias

‘Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais’ se destaca com zoeira em meio ao caos

Foto: Reprodução/Facebook

Você já parou para rir da própria desgraça alguma vez? Em momentos corriqueiros da vida, nos deparamos com situações inusitadas e acabamos, muitas das vezes, nos surpreendendo com as próprias atitudes que tomamos em meio ao caos. E é para compartilhar assuntos do tipo que a página “Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais” foi criada. As discussões começam já na logo da página, uma brincadeira com a Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves, conhecida por suas declarações polêmicas.

Com quase 300 mil fãs no Facebook, a página mostra o dia a dia de forma cômica, compartilhando histórias engraçadas e a “desgraça alheia”. E o fenômeno vem caindo nas graças do público, que compartilha nos comentários suas próprias experiências e vão enaltecendo o teor do trabalho.

PUBLICIDADE

Apostando em diversos temas como política, religião, sexualidade, cultura, entre outros, o “Figuras” como é conhecido, se tornou um grande fórum de discussões, atraindo um público que gosta de aliar informação e brincadeira.

Em uma das publicações, por exemplo, os administradores da página resolveram dar a opinião sobre a possibilidade de Suzane von Richthofen, condenada após encomendar a morte dos pais à pauladas, de que ela teria se redimido e estaria pensando em virar pastora. Fazendo alusão à personagem de Agatha Moreira na novela “A Dona do Pedaço“, a publicação do texto da Revista Época rapidamente viralizou e garantiu mais de 4 mil reações, ultrapassando 5 mil compartilhamentos.

E a página também costuma dar pitacos na carreira de diversos artistas, como no caso do cantor Latino. Após anunciar que daria uma pausa na carreira, em matéria publicada pela Folha de São Paulo, o “Figuras” deu uma aguçada no assunto.

Veja:

Cinismo, deboche e uma pitada de alfinetadas são os temperos mais usados na receita de sucesso do “Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais“, um espaço democrático onde brincadeiras são bem-vindas, mas preconceitos são deixados de lado. Discursos de ódio, homofobia, racismo, machismo, entre outros, são dispensados e não tem espaço para crescer. Brincadeiras de bom gosto dão um resultado bom e agradável, objetivo da página.

Instagram

Plataforma queridinha dos brasileiros, o Instagram também conta com a presença do “Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais“, mas lá a “brincadeira” fica mais séria. O bom e velho estilo de fofocas é usado para disseminar a diversão, seguindo o pensamento da página principal no Facebook.

Na rede, o “Figuras” comentou o “cancelamento” do ginasta gay Diego Hypólito, que publicou recentemente foto ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

Outro post polêmico foi sobre o relacionamento de Shawn Mendes e Camila Cabello. Os cantores, que assumiram publicamente namoro em 2019, têm sido vista cada vez mais colados, inclusive, assinam a parceria “Señorita“, que levou pra casa uma estatueta dos AMAs no último domingo.

Veja a opinião do “Figuras”:

São tantos assuntos compartilhados, que o público fica vidrado no que vai sair nas plataformas e em breve o “Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais” se prepara para alçar caminhos ainda maiores.

E você, o que acha de páginas que falam sobre a vida de forma cômica na internet?

SHOPPING

‘Figuras Públicas Com Possíveis Transtornos Mentais’ se destaca com zoeira em meio ao caos

To Top