Connect with us
Day & Lara. Foto: Divulgação

PopEntrevista

Dupla Day & Lara fala sobre a carreira, parcerias e novo DVD

Day & Lara. Foto: Divulgação

*com colaboração de Amanda Nunes.

As cantoras e compositoras Day & Lara se conheceram em 2015 compondo músicas e em menos de um ano já lançaram o primeiro álbum. Com pouco tempo de carreira, as duas vozes poderosas marcam seu espaço no cenário sertanejo e já estão lançando o segundo DVD que foi gravado na casa da cantora Nayara Azevedo com muitas curiosidades e novidades!

O PopNow bateu um papo com as cantoras, que falaram sobre diversos assuntos, desde o sucesso das duplas femininas no sertanejo, à novidades do DVD inédito, como elas se conheceram, história das músicas, artistas inspiradores e muito mais!

Confira:

PopNow: Vocês são uma potência do sertanejo, que é um dos ritmos brasileiros que mais cresce no momento e demorou a chegar no patamar que está hoje, com nomes muito jovens como vocês, mas que é um sucesso avassalador e que faz a cabeça das pessoas. Como foi o início da carreira de vocês e como têm sido ao longo desses poucos anos mas que vocês já fizeram tanta coisa legal?

Day e Lara: Dayane e Lara a gente se conheceu como compositoras em 2015, desde então a gente fez várias musicas, tivemos várias composições gravadas por um monte de gente como Maiara e Maraísa, Luccas Lucco, Simone e Simaria… Então a gente pôde somar na carreira de outros artistas também. A Day tinha o seu projeto solo e eu tinha minha dupla com o meu irmão, então nós não cantávamos juntas, era só através da composição mesmo que a gente cantava ali nas audições, mostrando músicas pros artistas e pros produtores musicais, que acabavam falando pra gente: “Oh, vocês cantam bacana, o dueto de vocês é legal, porque vocês não fazem dupla?!”. E foi no momento que tava tendo a ascensão do sertanejo feminino com Maiara e Maraisa, Marília (Mendonça), que tinham aberto as portas pra mulherada no sertanejo. Aí foi em uma dessas audições que viram a gente cantando, filmaram e mandaram pro nosso atual empresário que é o Rodrigo Byça, que é também empresário do Lucas Lucco e  Marcos e Beluti. Então a gente surgiu como dupla mesmo em março de 2016. Daí poucos meses depois, em agosto, a gente gravou o nosso primeiro DVD, que foi aqui em Goiânia em uma boate que chama Santa Fé.

Day & Lara. Foto: Divulgação
Day & Lara. Foto: Divulgação

Nossa primeira musica “Até Ex Duvida” que foi com a Maiara e Maraisa, que graças a Deus teve uma repercussão bem bacana. Uma música que fez Day e Lara aparecer no mercado, foi muito importante pra gente. Depois a gente veio com “Digitando” que é uma música romântica, que foi trabalhada também. E como single, a gente lançou ano passado “Meu Coração Não Chora Urra” em março do ano passado com o Gustavo Lima, que foi muito importante também na carreira de Day e Lara. E a gente viu a necessidade de gravar um DVD novamente, depois de um ano e meio mais ou menos do primeiro. Então a gente vem fazendo repertório, 90 por cento desse repertório novo é de composição nossa com parceiros, a gente gravou em abril do ano passado na casa da Nayara Azevedo que é grande amiga nossa, que participou de uma música nossa no nosso DVD e Marcos e Beluti também participaram e a gente começou a lançar o prejeto agora em novembro, no final do ano passado, pela Warner.

A gente agora é do casting da Warner também e tá muito bacana, o pessoal graças a Deus tá aceitando e ouvindo as nossas músicas no Youtube e nas plataformas digitais. No momento, a nossa música de trabalho é a “Mendigando Sentimento”, que é a música de uma pessoa que já mendigou sentimento, já sofreu por amor, acho que todo mundo já passou por isso – Se não passou, vai passar um dia, acontece com todo mundo.

Então o nosso dialeto, o dialeto Day e Lara como compositoras e cantoras, é simplesmente falar o que as pessoas vivem e eu acho que é por isso que as pessoas se identificam muito com o que a gente canta também. E falando também do momento do feminino que apareceu, a gente acredita que foi o plantio de muitos anos atrás com Inezita Barroso, Roberta Miranda, Paula Fernandes, pra gente tá colhendo o que a gente tá colhendo agora. Então não surgiu do nada né? Sempre teve mulheres no sertanejo cantando e surgiram também como compositoras como a Marilia Mendonça, Maiara e Maraisa, igual a gente também. Então a gente tá trabalhando bastante pra que isso não seja passageiro, pra que a gente consiga consolidar cada vez mais esse movimento.

PopNow: Realmente vocês trabalham muito, tem a música na família, acredito também que essas referências somatizem no trabalho de vocês. E o segundo DVD da carreira de vocês tem duas participações especiais a do Marcos e Beluti e da Nayara Azevedo que é super parceira de vocês e amiga. O que vocês quiseram trazer com esse projeto novo e como foi compartilhar esses momentos com artistas tão incríveis?

Day & Lara: Então, esse projeto foi mais intimista, a gente quis trazer mais pra perto, como se a pessoa que tivesse assistindo tivesse “Caramba, tem poucas pessoas ali, eu tô fazendo parte disso”. Algo mais íntimo. Por ser mais íntimo, a gente tava trocando idéia com a Nayara  que é amiga de dentro de casa, aí ela “Ah, por que vocês não gravam um DVD lá em casa?” Então, peraí, por que você não participa do DVD também? Acho que somaria demais, seria incrível”.  Por ser íntimo, a gente resolveu chamar pessoas que são íntimas da gente. A Nayara que é amiga de longa data e o Marcos e Beluti que tem uma curiosidade: Quando eu saí do gospel pra ir para o sertanejo, eles foram a primeira dupla que me deixaram fazer participação em shows sertanejos.

Então assim, foi muito bacana ter eles no mesmo escritório, com o mesmo empresário. Então a gente pensou: “Caramba, então vamos fazer duas participações que são íntimas nossa, que têm um significado muito importante pra gente”. Igual Maiara e Maraisa teve, Munhoz e Mariano também, fizeram parte desse momento incrível desse DVD. Então a gente quis trazer algo mais intimista mesmo, mais próximo. E eu acho que a gente conseguiu trazer isso, visualmente falando.

PopNow: E boa parte do projeto é composto por vocês, então, quando vocês estão fazendo a composição, qual é o pensamento de vocês? Qual a linha de segmento? Como vocês escolhem quais vão pra vocês, qual vai pra uma dupla parceira? Ou é muito orgânico? Vocês já vão compondo e pensando na pessoa que vai gravar? Como funciona isso?

Day & Lara: É uma coisa muito natural, quando a gente vai compor, a gente prefere não pensar em determinado artista, inclusive com a gente. A gente começa a compor ali, falar de sentimento, falar da história que a gente quer contar e a música vai direcionando pra onde ela quer ir. Acho que Deus é o maestro dessa história e onde a música quer chegar, onde ele quer que a música chegue. E a gente procura cada vez mais fazer músicas que mais artistas se identificam. Não só pra um segmento – Só pra mulher, só pra homens ou não. É pra música ser unissex, universal, para atingir mais pessoas. Atingindo mais pessoas, atinge mais artistas e nosso leque de possibilidades de pessoas gravarem aumenta.

A gente não costuma compor para o final, “A gente vai gravar para a Day e Lara”, por exemplo. A gente só faz isso quando a gente está perto do DVD. Porque a gente fala assim “Vamos voltar todas as nossas energias pro nosso projeto agora, e tudo que a gente fizer nesse período, a gente vai dar uma analisada pra gente!” Mas isso acontece praticamente uma vez no ano só. E a gente acredita que a música tem dono também. Igual “Amor com amora” que é desse novo DVD nosso, a gente compôs ela um mês depois do primeiro DVD que foi em agosto de 2016, então a gente compôs ela em setembro de 2016. Então a gente acreditou que era uma música atemporal, uma música que a gente gostava muito, bonita, com cheirinho de mato ali, e a gente guardou ela pra Day e Lara né.

Assim aconteceu com “Meu coração não chora urra”, que a gente guardou. Sentiu que era pra guardar pra Day e Lara. Assim também como teve músicas que nós fizemos que quisemos liberar para outras pessoas, que foi a “Saudade nível hard”, que foi a música de trabalho da Yasmin Santos, trouxe ela pro mercado feminino. Assim também como foi com “Mulher Maravilha” que Zé Neto e Cristiano gravaram ano passado. E esse ano de 2019 a gente tá começando com várias reproduções, com a participação do Léo Santana, a nova de trabalho do Bruno e Barreto também, a gente compôs com nossos parceiros graças a Deus. Então a gente não para.

Day & Lara. Foto: Divulgação
Day & Lara. Foto: Divulgação

PopNow: É muito legal ver como vocês conseguem conversar muito bem com isso tudo que vocês fazem e ter um resultado muito legal. E falando sobre isso, a gente ouve vários artistas de sertanejo falar sobre sofrência. Por que o sertanejo gosta de falar sobre sofrência? É um reflexo do que o brasileiro passa no lado sentimental? Ou é uma coisa mesmo de vocês?

Day & Lara: A agente acha, a gente não acha não, a gente tem certeza que o sertanejo cresceu tanto nesses últimos tempos justamente por isso. Por falar do que o povo passa. Por falar direto, sem enrolação do que as pessoas sentem, tanto é que as pessoas automaticamente se identificando elas vão consumir mais isso. Então, nossa, a música sertaneja atualmente tem sido um desabafo. Ela não tem rodeios, ela fala “Eu estou sofrendo porque você me traiu”. É muito assim, muito direto, é um papo muito reto. Então assim, pras pessoas não terem vergonha de falar que tá sofrendo que tá traindo, ou que tá curtindo na balada… Então a música assim, ela retrata sentimento, seja ele sofrência, seja ele animado.

PopNow: O novo projeto de vocês, o Traços, ele tem 15 faixas. Vocês têm alguma favorita? Ou aquela que vocês gostam mais de tocar?

Day & Lara: Ah, sempre tem assim… Mendigando Sentimentos é uma das nossas favoritas, uma das primeiras a ser lançada, e graças a Deus não sofreu rejeição do público, o pessoal gostou da letra da música, da forma como a gente falou e inclusive essa nem é composição nossa. Essa é de compositores amigos nossos, que nos cedeu essa música. E a gente gosta muito da “Rapariga com Orgulho”, que tá andando sozinha, o pessoal tá consumindo ela no Youtube, nas plataformas digitais, porque eu acho que o dialeto que a gente usou nela foi bem Day e Lara, bem cômico, expressivo, no clipe dá pra ver que foi bem teatral. É de uma amante falando com a atual, e não estamos colocando mulheres umas contra a outra, chega de mimimi, para, a música, ela retrata o que acontece, seja história de amantes ou de atuais. Então a gente resolveu cantar uma coisa que uma grande parte não cantaria.

Então, já que a composição é nossa, vamos colocar esse rapaz com orgulho, se ele tá te traindo é porque eu faço tudo, que se dane que ele não me ama, enquanto você cuida da casa eu cuido da cama, vamos fazer cortinas caírem, colocar amante e atual num lugar só, num quarto, não vai ficar uma rindo pra cara da outra vai ter briga, vai ter porrada. Então por que não contar uma história assim?  E o mais incrível de tudo é que essa música é a que mais tá andando sozinha no nosso DVD. Ela tem um mês apenas e tem 1 milhão e 400 views, completamente sozinha, sem nenhum tipo de investimento. E eu acho que é isso também que as pessoas esperam de Day e Lara também né, como a primeira música nossa foi Até Ex Duvida que fala um brinde ao que teremos ao que tivemos e tal, a gente vindo agora com a “Rapariga” também que é engraçada a forma de falar.

No outro DVD a gente gravou também “Eu dei” que é de duplo sentido,  eu dei, eu dei por sorte. Então, a gente tem muito disso, e as pessoas entendem que não é querendo influenciar ninguém, que é o papel do compositor simplesmente falar o que acontece, não é influenciar, criar uma história ali que nunca aconteceu. A gente fala o que as pessoas vivem mesmo. E além da “Rapariga” tem também “Amor com amora” que é uma música romântica, que eu já falei, inclusive o Matheus nessa época queria ter gravado essa música, mas a gente ficou um pouco dividida assim, ah, a gente quer gravar – Então a gente seguiu nosso coração, a nossa intuição de guardar ela pra Day e Lara, a gente lançou ela já no Youtube, inclusive. Ainda faltam muitas músicas pra serem lançadas no Youtube. Semanalmente a gente vai lançando agora o DVD, o álbum completo, que já está nas plataformas, a gente vai continuar lançando os vídeos também.

PopNow: Vocês já fizeram várias parcerias legais, com artistas bombados, mas tem alguém que vocês sempre quiseram fazer uma parceria e que ainda não rolou?

Day & Lara: Ah, acho que sempre tem, acho que uma delas é a Marília Mendonça que a gente admira muito como cantora e compositora pela autenticidade que ela teve de poder falar nas músicas, e que a mulherada queria falar. Acho que ela puxou muito isso, conseguiu trazer isso pra mulherada cantar. Bruno e Marrone também a gente adora os dois, Simone e Simaria… Eu acho que todo mundo, acho quando a gente une pra cantar junto, pra fazer parcerias novas as energias que a gente compartilha que com certeza em prol de uma música, de um movimento só pra ser lançado pras pessoas, não tem como dar errado. Então a gente trouxe isso no nosso DVD com as participações e a gente tem ainda um outro DVD à ser lançado com 5 participações muito especiais, a gente vai lançar ainda esse ano. A gente gosta muito de parceria. Ninguém é sozinho, quanto mais unir é melhor e esse próximo inclusive vai ter muito modão com participações incríveis, de grande nome na história da música sertaneja, mas a gente já fala dele [risos].

PopNow: E pra finalizar, quem são a Day e a Lara?

Day & Lara: Duas histórias que nunca se imaginariam juntas, a soma de duas histórias que são totalmente diferente uma da outra, que acabou de Deus unir pra um propósito maior, sempre prezando pela verdade. Pela verdade de sentimentos, a gente não gosta de ser iludida por isso a gente não gosta de iludir ninguém. Iludir que eu falo é demonstrar quem a gente não é. Então é mostrar o doce e o amargo de ser Day e Lara. Acho que é muito frustrante quando eu sou fã de alguém eu conheço a pessoa pela internet e quando vou conhecer pessoalmente é totalmente diferente daquilo que eu admirava. Então assim, a gente não gosta de ser iludida e a gente não gosta de iludir ninguém com uma falsa identidade. Nós somos duas pessoas que amam aprender, ama pessoas, ama gente e toda sua complexidade, porque ser humano é o bicho mais complicado e mais incrível de se conviver, de se estudar e fazer música para esse tipo de pessoa que demosntra sentimento e atingir essas pessoas é o mais incrível ainda. A sensibilidade, então a gente aprendeu com cada cidade que a gente foi, cada música que a gente canta, cada dificuldade, cada obstáculo que a gente enfrenta na nossa carreira, pra mostrar trabalho, pra mostrar que a mulherada não vai ficar em avulso, então, Day e Lara é muito complicado de se definir sabe? Em poucas palavras eu acho que é uma constante mudança, um constante amadurecimento.
– Falou tudo!

Inscrever-se na Newsletter

Written By

Mais Populares

Luísa Sonza lança ‘Escândalo Íntimo – O Filme’, narrado pela própria artista

Filmes

Luísa Sonza faz show da turnê ‘Escândalo Íntimo’ em São Paulo

Brasil

Carol Biazin entrega nova e estonteante versão do hit ‘Somewhere Only We Know’, do Keane

Pop

Silva lança novo álbum de inéditas, ‘Encantado’

Brasil

Advertisement
Inscrever-se na Newsletter

Copyright © PopNow 2017 - 2023. Todos os Direitos Reservados.

Connect
Inscrever-se na Newsletter