UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
PopEntrevista

Nego do Borel fala sobre DVD e funk fora do Brasil ‘são portas que a gente não imaginou que estariam abertas’

Leno Maycon Viana Gomes, mais conhecido como Nego do Borel que ficou boa parte de 2019 fora da mídia por conta dos altos e baixos na carreira, está de volta!

Com o DVD gravado no Rio de Janiero, em agosto, com grandes participações como Wesley Safadão, Ferrugem, Naiara Azevedo, entre outros está retomando aos poucos a sua agenda e deu uma entrevista para o PopNow e falou sobre o clipe “Me Solta” que gerou uma grande polêmica, como foi ser indicado pela primeira vez ao Grammy Latino e um desejo de colaborar com Justin Bieber.

Confira a entrevista:

PopNow: A música “Me Solta”, recebeu muitas críticas a ser lançada. O que você quis passar e mostrar com o clipe? Você sabia que ele seria polêmico, quando trabalhava no roteiro e na produção?

Nego do Borel: Um dos clipes mais polêmicos do Brasil foi indicado ao Grammy Latino, mas realmente eu fiz para dar uma causada mesmo. A ideia foi buscar ter uma repercussão boa, sendo que muitas pessoas iam se espantar com o Nego do Borel beijando um homem na boca, por ser hétero. Tirei muitas experiências desse clipe e acho que atingi o que queria porque a intenção era causar, mas foi uma produção muito bem feita trazendo um personagem que faço há anos.

PopNow:  “Me solta” foi indicado ao Grammy Latino. Apesar de todos os comentários que a música teve. Como foi ser indicado a um prémio importante?

Nego do Borel: Ser indicado para o Grammy Latino foi uma conquista muito grande porque depois de tudo que aconteceu e eu ficar me questionando se era mesmo para fazer o clipe. Acho que Deus nunca deixa de responder e o Grammy foi uma resposta dele. Participei do roteiro, composição e local escolhido por mim. E a indicação veio para falar que o trabalho foi perfeito.

PopNow: Em agosto, gravou o DVD com participações de Wesley Safadão, Felipe Araújo, Ferrugem e Naiara Azevedo. O DVD ficou como queria?

Nego do Borel: O DVD está lindo e ficou do jeito que queria. Gravar um DVD era um desejo e vontade que tinha, ainda mais depois de tanta polêmica. “Me Solta” é a primeira música que abre o DVD e galera veio comigo. Estou muito realizado e já consegui realizar além do que sonhava e hoje só tenho desejos. O DVD é um sucesso.

PopNow: O DVD vai ganhar uma turnê?

Nego do Borel: Claro! A gente já separou as roupas e os painéis de led para rodar o Brasil inteiro com o cenário completo do DVD.

PopNow: O funk está saindo da cultura brasileira e indo para fora. Temos Anitta e Ludmilla que gravaram com Cardi B, Kevin o Chris com Drake. Você tem planos para uma carreira internacional? Se pudesse escolher um cantor internacional para fazer uma parceria. Quem seria?

Nego do Borel: Tenho muita vontade de gravar com o Justin Bieber, é um dos artistas que admiro muito, que tem um história de vida muito legal. Fui ao show dele quando passou pelo Brasil e achei muito foda. Fico feliz pelo nosso funk estar indo cada vez mais para fora, com a galera escutando muito, são portas que a gente não imaginou que estariam abertas. O funk está muito bem recebido e muito bem representado lá fora. Se hoje tivesse a oportunidade de gravar algo com alguém internacional seria com o Justin Bieber.

PopNow: Para finalizar, em tanto tempo de carreira, o que você ainda quer alcançar?

Nego do Borel: Hoje estou fazendo aula de inglês e me preparando para ir com minha música para fora do Brasil, ainda mais que o funk está sendo muito bem aceito e quero estar pronto para me comunicar com as pessoas fora do Brasil. Também tenho um plano de fazer um curso de administração para poder empresariar minha própria carreira mais para frente, além de conhecer artistas internacionais que tanto admiro, abrindo mais um leque para a carreira do Nego do Borel.

SHOPPING

Nego do Borel fala sobre DVD e funk fora do Brasil ‘são portas que a gente não imaginou que estariam abertas’

To Top