PopEntrevista

Com agenda lotada para o carnaval, DJ Bruna Strait fala sobre a profissão e planos para a carreira

Foto Divulgação/Rafa Mattei

Se você não for do Rio de Janeiro, talvez ainda não reconheça o nome, mas ela já é umas das DJs mais requisitadas da noite carioca. Bruna Strait é responsável por comandar a badaladíssima Treta Festa, o camarote Folia Tropical na Marquês de Sapucaí e é a DJ oficial da cantora pop Daya Luz.

Nascida na capital fluminense, Bruna começou a carreira como fotógrafa e sempre gostou da noite, de música e principalmente: Divas pop! Conversando com o PopNow, a ela enfatizou o amor pela diva Katy Perry e assumiu-se Katy Kat de carteirinha, além também de contar como é a sua rotina profissional, planos futuros, o que inclui um single um provável álbum! E muito mais!

PUBLICIDADE

Confira:

PopNow: Como foi a sua trajetória como DJ para estar aqui hoje?

Bruna Strait: Eu sempre trabalhei em eventos da noite, sempre gostei de festas e eu era fotógrafa na verdade. Eu fotografava várias festas, inclusive a “Treta” que é uma das festas que eu sou residente hoje. E eu sempre amei a música, quando eu era pequena eu queria ser cantora! Mas nunca tinha me imaginado sendo DJ. Até que o produtor da “Treta” me perguntou: “Ah, por que você não vira DJ? Você tem super o perfil!” Aí eu pensei: “Por que não?!”. Aí comecei a procurar sobre isso, até que eu toquei num evento que era da Katy Perry mais pra ver como que era. Ainda não era DJ naquela época, tava super crua. Mas, por eu ser fã da Katy, foi tranquilo e eu adorei. E em seguida já me chamaram pra tocar na “The Week”, uma casa de show aqui no Rio e as coisas foram acontecendo. Eu comecei a procurar, investir. Quando eu quero aprender uma coisa eu engulo tudo.

PopNow: E você aprendeu tudo sozinha?!

Bruna Strait: Tudo não. Eu cheguei a fazer uns três cursos, mas muita coisa foi fuxicando mesmo, perguntando pras pessoas. Eu sempre tive uma comunicação muito boa com os outros DJs também. Eu perguntava mesmo! “Como é que faz isso?!” E eu estou sempre tentando melhorar.

PopNow: E você só toca ou também tem alguma outra vocação musical ou artística?

Bruna Strait: Então, como eu sempre gostei de música, queria ser cantora, também toco violão e outros instrumentos e eu fiz também um curso de produção musical e hoje eu tô produzindo as minhas músicas, que é o que eu tô focada agora: Lançar as minhas músicas! Não ser só a DJ, que toca, mas também  faz as músicas.

PopNow: E você já tem essas músicas?

Bruna Strait: Já! Eu já vou lançar!

PopNow: E têm previsão?

Bruna Strait: Agora depois do carnaval provavelmente.

PopNow: Mas você vai lançar um single ou já é um álbum?

Bruna Strait: Primeiro eu vou começar a lançar singles,até que depois eu deva lançar um álbum. Tô vendo aí, tô procurando parcerias primeiro.

Visualizar esta foto no Instagram.

I luv my job ♥️🔥🎧

Uma publicação compartilhada por Bruna Strait 💃🏾✨♉️ (@brunastrait) em

PopNow: E você vai cantar ou só produzir?

Bruna Strait: Eu tô só produzindo por enquanto! [risos] Quem sabe mais pra frente eu cante?! É que Deus não me deu uma voz de Beyoncé, mas a gente tenta! [risos]

PopNow: E como estão os preparativos pra o carnaval? Qual vai ser a programação?

Bruna Strait: Eu vou tocar praticamente todos os dias do carnaval. Eu começo na sexta na Sapucaí, e vou um dia após o outro até terça-feira que é o último dia de carnaval, e depois eu toco também no sábado, porque é o dia do desfile das campeãs.

PopNow: E vai sobrar um tempinho pra você se divertir?

Bruna Strait: Ah, só esse tempinho de quarta até sexta! Por enquanto né?! Provavelmente vai aparecer alguma coisa.

PopNow: Tomara que apareça então né!

Bruna Strait: Sim, quanto mais festa melhor, mas também, nunca mais eu vou dormir! [risos]

PopNow: E qual seu tipo de folia preferido? De rua? Escola de samba? Trio?

Bruna Strait: Eu gosto muito de todas! Mas, no carnaval, por eu estar sempre tocando no camarote, que eu amo, eu me divirto muito. É um ambiente totalmente diferente como o carnaval na rua, trio elétrico. Eu acho que é o meu preferido. E também quando têm festas diferentes, sabe? Eu gosto de tudo, gosto de me divertir!

PopNow: E você é DJ oficial da Daya Luz, que tem um trabalho bem legal e pop. Como vocês se conheceram?

Bruna Strait: A Daya entrou em contato comigo pelo Instagram! O empresário dela veio me elogiar e perguntar se eu não tinha interesse de ser DJ de uma cantora e até então eu nem sabia que era a Daya. Aí ele foi me apresentar e eu adorei de cara porque a gente tem um estilo bem parecido. A Daya também é muito performática, eu acho ela uma artista única no Brasil! Ela tem toda uma história no show dela, interage com as pessoas, ela me coloca pra dançar com ela, faz um momento só da DJ, da guitarrista, e toda a banda é composta por meninas! É muito legal!

PopNow: E o cenário de DJ feminina no Brasil hoje é muito pequeno, não temos muitas mulheres em destaque na sua profissão. O que você acha que está faltando? Será que é machismo?

Bruna Strait: Eu nem acho que seja só machismo, porque o machismo existe né gente. Homem acaba sendo machista querendo ou não [risos].

PopNow: Aproveitando, você já sofreu assédio enquanto trabalhava?

Bruna Strait: Sempre, sempre acontece. Mas a gente já está acostumada, tem que acabar cortando. Mas, na noite LGBTQ é um pouco menos, é mais difícil. Na noite hétero acontece mais. Porém, é algo que eu já sei lidar, sabe?! Com nós mulheres, acaba sempre acontecendo essas coisas na sociedade que a gente vive. Mas nunca tive um problema grande, no máximo é macho sendo macho… 🙄

https://www.instagram.com/p/BmJ_AUkli3C/

PopNow: E o que você acha que falta para ter mais mulheres tocando?

Bruna Strait: Uma coisa que eu percebi até quando fazia os cursos, é que sempre teve pouca menina interessada. No primeiro curso que eu fiz, só tinha eu e mais uma e todo resto de meninos. Meio que não acaba sendo só machismo, mas, também não sei se as mulheres tem mais receio de querer investir nessa carreira, até por todos os nomes de destaque serem homens. Acho que ainda rola um certo medo.  Acho que tá faltando mais gente tentando, mais meninas tentando! E eu sempre tento incentivar as meninas que eu vejo que são ótimas . Eu tenho amigas que pensam “Ah, por que comigo não dá certo e com fulano dá?!”, mas eu sempre incentivo. Têm que ter incentivo entre as mulheres. Tá faltando mulheres DJs!

PopNow: E quem são as suas inspirações, seus ídolos?

Bruna Strait: Ah, a Katy Perry! [risos]

PopNow: Então você é Katy Kat mesmo?

Bruna Strait: Sim! Sou bem Katy Katy! E eu também amo a Lady Gaga, são as duas artistas que eu mais me inspiro até no estilo. Ah, e a Beyoncé também. Nossa, Beyoncé é tudo né gente?! A Beyoncé eu me inspiro muito nos cabelos sabe? Eu tento ter essa pegada dela de cabelão, peruca, de bater cabelo e dançar enquanto toca .

PopNow: Icônicas né?!

Bruna Strait: Né, tá faltando um feat das três. Imagina!

PopNow: E quem são os artistas que quando toca a galera enlouquece e não param de pedir?

Bruna Strait: As três! [risos] A Rihanna também. São as que dominam. Ah, e recentemente a Ariana Grande também tem tido muito pedido. As músicas novas dela tão incríveis. Eu gosto de música pop né! Pode me pedir diva pop que eu tô tocando!

PopNow: E nas festas que você toca, você procura inovar de alguma maneira?

Bruna Strait: Eu tento aproveitar o máximo que a festa pode me dar. Tem festas que acabam tendo um lado técnico mais elaborado, por exemplo, tem festas que têm telão, CO2, essas coisas, daí eu tento aproveitar isso tudo, fazer um show mesmo, sincronizado com as músicas. Passar vídeos, eu tenho abertura, encerramento… Eu tento fazer um show mesmo quando eu tenho esses equipamentos disponíveis! Mas também quando não tem, eu inovo do mesmo jeito. Não fico presa à equipamento também não. Quando não tem eu danço, chamo gente no palco, vou na frente do palco e danço com a galera, brinco, faço até concurso. Tô sempre tentando interagir com as pessoas.

PopNow: E pra você, o que não pode faltar de jeito nenhum em uma festa?

Bruna Strait: O que não pode faltar? Diva pop!! [risos]

PopNow: E o que não pode ter de jeito nenhum?

Bruna Strait: Falta de respeito! Têm que ter respeito no rolê sempre!


Com agenda lotada para o carnaval, DJ Bruna Strait fala sobre a profissão e planos para a carreira
To Top