Brasil

‘Sinfonia Nº1, Primitiva’: saiba detalhes da estreia de Marcelo Camelo na música sinfônica

Foto: Divulgação/Gonçalo F Santos

O cantor e compositor Marcelo Camelo surgiu com um projeto totalmente inusitado na música nesta sexta, 16. A sinfonia, de cerca de 30 minutos, foi inteiramente composta e orquestrada por Marcelo, executada por mais de 80 músicos da City of Prague Philharmonic Orchestra e conduzida pela maestrina Miriam Nemcova. O compositor brasileiro esteve presente durante todo o processo.

Alok confirma parcerias com Luan Santana e Iza

Marcelo Camelo diz sobre a sinfonia: “Esta música contém a ideia da comunicação de sentimentos primordiais em uma linguagem simples, direta, em oposição à comunicação de sentimentos mais complicados através de uma linguagem sofisticada. Fala de morte e vida, deste ciclo. Por isso também este nome. Além disso a música é uma linguagem insubordinada às outras, fala por si, carrega em si significados que só podem ser relacionados por metáforas. É também primitiva neste sentido.”

O músico carioca começou a trabalhar na sinfonia em 2015, entre o seu estúdio e casa. Depois de um período intenso de orquestração (4 meses), Camelo gravou “Primitiva” no dia 5 de março de 2018 (curiosamente Dia Nacional da Música Clássica no Brasil – comemorando o nascimento de Heitor Villa-Lobos); materializava-se assim uma obra de características únicas dentro da sua trajetória.

Gravada numa das capitais essenciais do universo da música clássica (Praga), a obra ecoa influências assumidas de compositores como Brahms, Mahler e Alberto Nepomuceno.

Artwork: Ana Mouralinho
Mistura: Pedro Gerardo
Masterização: Felipe Tichauer

Ouça o novo trabalho do músico!

‘Sinfonia Nº1, Primitiva’: saiba detalhes da estreia de Marcelo Camelo na música sinfônica
To Top