DJ Lyus. Foto: Divulgação
PopEntrevista

Promessa do eletrônico brasileiro, DJ Lyus fala sobre carreira, remix de ‘Quero Que Tu Vá’ e revela vontade de gravar com Vitor Kley

Foto: Divulgação

O Brasil tem sido um grande exportador de músicos para o cenário internacional. Grandes nomes como Anitta, Bruno Martini, Pabllo Vittar e Alok figuram entre os principais eventos e festivais do mundo. Ao lado de artistas renomados como J Balvin, Ina Wroldsen e Lali, os brasileiros vem se destacando dentre os músicos mundiais.

People`s Choice Awards: Veja lista completa de premiados, apresentações e mais!

E o cenário da música eletrônica tem sido uma das maiores portas dos artistas brasileiros fora do país. Recentemente, a DJ Mag, maior site destinado ao gênero musica;, divulgou a lista dos 100 maiores DJs do planeta. Na lista, Alok figura a 13ª posição, enquanto o Cat Dealers, a 25ª. E nesta cena um jovem artista vem se destacando: o DJ Lyus.

Com apenas 15 anos, o brasileiro é uma das grandes promessas da música no país, e vem se consolidando no cenário. Recentemente, o artista lançou um remix para o sucesso “Quero Que Tu Vá“, da cantora carioca Ananda, outra grande revelação.

Batemos um papo bastante interessante com o artista que fala sobre a música, suas influências e admite vontade de gravar com Vitor Kley.

Confira a entrevista:

PopNow: Você é extremamente jovem e já aos 15 anos vem ganhando bastante destaque no cenário musical. Quando você entendeu que ser DJ era o que você queria fazer?

DJ Lyus: Eu tinha 12 anos quando tive meu primeiro contato com todo o equipamento, foi na minha festa de aniversário inclusive, e depois disso me interessei muito e comecei a correr atrás de conteúdos para estudar sobre, e me interessei cada dia mais por tudo desse meio e hoje junto à produção musical, tenho certeza que é o que eu mais amo fazer!

PopNow: A cena eletrônica vem revelando diversos artistas e prova que para fazer música não tem idade. Recentemente, a DJ Mag listou os 100 maiores DJs do planeta, encabeçada pelo Martin Garrix, que é um artista super jovem. Quem você tem como inspiração?

DJ Lyus: A minha maior inspiração com certeza é o Martin Garrix, ele começou com a minha idade e com muito trabalho conseguiu destaque na cena, eu admiro ele tanto como dj/produtor, quanto como ser humano, uma pessoa super humilde que com seu carisma conquista a todos. Definitivamente essa empatia quanto à carreira dele e ele ter começado tão jovem quanto eu fazem dele a minha maior inspiração.

PopNow: Você lançou recentemente um remix de “Quero Que Tu Vá”, que é uma faixa que muitas pessoas se identificam. Você já teve algum momento de pensar isso para alguém?

DJ Lyus: Com certeza! Inclusive esse foi uma das grandes motivações que eu tive para criar minha versão dessa musica! A letra é bem expressiva e acredito que ela se encaixaria tanto para algumas pessoas quanto pra algumas situações também. Afinal, todos têm o dia do “Quero Que Tu Vá”… rs.

PopNow: Como foi o processo criativo para o remix da música da Ananda?

DJ Lyus: Esse processo de criação me surpreendeu muito na verdade, como ela é uma música pop com uma mistura de outros gêneros, achei que seria um pouco mais difícil conseguir colocar minha identidade, mas assim que eu sentei no estúdio em 3, 4 horas toda a ideia já estava pronta. Quando o artista acha uma sintonia com a música é incrível como a coisa flui.

PopNow: Em entrevista ao PopNow, a Ananda disse que essa faixa não foi criada para uma pessoa exatamente, mas para situações que ocorrem conosco todos os dias. Vocês se conhecem?

DJ Lyus: Não, Eu ainda não tive a oportunidade de conhecer a Ananda, será um grande prazer um dia encontrá-la e inclusive saber a opinião dela sobre a minha versão para a música.

PopNow: A música eletrônica é muito diversa e vem ganhando bastante destaque em níveis nacional e internacional. Como é estar num palco e ver as pessoas se identificarem com o seu som?

DJ Lyus: Admito que é quando eu realmente me sinto realizado, estar no palco significa que você é o responsável por controlar a vibe que todos estão vivendo e ver todos eles pulando é realmente viver o sonho! São tantos detalhes e fatores desde a produção da música até ela chegar nos ouvidos da galera que quando alcançamos isso é uma alegria sem fim e dá vontade de fazer mais e mais. Afinal, estamos lidando com a emoção de outras pessoas e isso é muito incrível.

DJ Lyus. Foto: Reprodução/Instagram (@djlyus)

DJ Lyus. Foto: Reprodução/Instagram (@djlyus)

PopNow: Eu conheci alguns dos maiores DJs do mundo como o Marshmello, Guetta, e entrevistei o Nicky Romero. Quem são suas referências na cena eletrônica?

DJ Lyus: Tenho referências na cena nacional e internacional de música eletrônica, no Brasil minhas maiores inspirações são o Alok e o Vintage Culture, são produtores que possuem trabalhos impecáveis e admiráveis, já fora do país são Martin Garrix, David Guetta, Armin Van Buuren, os principais. Mas sem dúvidas há grandes produtores pelo mundo que também admiro.

PopNow: Você já conheceu diversos países e morou na China, que é um país extremamente diferente do Brasil. Como você acha que essas experiências multiculturais ajudaram você em sua música?

DJ Lyus: Minha inspiração vem de tudo que eu já vivi, por onde passo, porque amo viajar, e certamente esses momentos e vivências culturais me ajudam diariamente quando eu começo a criar. Cada país tem suas próprias características e detalhes únicos que fascinam por suas peculiaridades. E são elas que ficam guardadas em minha memória e me dão a chance de aplicar isso na música. Ter essa oportunidade de conhecer diversos países e ver diversas culturas me ensinam o quanto ser original e ter a minha característica/identidade na produção de uma música fazem ela ser a minha arte.

DJ Lyus. Foto: Divulgação

DJ Lyus. Foto: Divulgação

PopNow: Muitos cantores brasileiros já fizeram parcerias com artistas da eletrônica. Se você pudesse escolher alguém para um feat., quem seria?

DJ Lyus: Essa pergunta é realmente muito difícil para mim, pois existem vários artistas brasileiros com quem eu adoraria trabalhar uma música, mas hoje eu escolheria o Vitor Kley. A vibe que ele gera acredito que unido ao meu trabalho conseguiríamos fazer algo incrível.

PopNow: Você é residente de uma festa em São Paulo, e se apresenta em diversas cidades do país. Tem alguma história curiosa de backstage para contar?

DJ Lyus: Acho que a história mais curiosa é eu conseguir entrar no backstage, como sou muito jovem, mas respiro música eletrônica, onde os festivais são para maiores de 18 anos, é sempre uma aventura quando me deixam ir. Meus pais sempre estão comigo em tudo e pegam autorizações e o que mais for necessário para eu estar ali e ver um grande ídolo em cena, porém só é possível quando o responsável do festival me autoriza. Já entrei escondido, já tentei credencial, desde o começo já foi tanta aventura, mas deixaram experiências incríveis e tenho sorte dos meus pais me apoiarem. E claro que com o passar do tempo e quanto mais fico conhecido isso se torna mais fácil, mas também com menos tempo na agenda para ir.  Mas olha, se as empresas responsáveis dos festivais soubessem o quanto me inspira e o quanto isso é importante, certamente seria mais tranquilo.

Promessa do eletrônico brasileiro, DJ Lyus fala sobre carreira, remix de ‘Quero Que Tu Vá’ e revela vontade de gravar com Vitor Kley
To Top