UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
PopEntrevista

Júlia Galamba lança ‘Me faz Melhor’, fala sobre o single e paixão pela música

Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

Júlia Galamba, 16 anos, vem do interior de São Paulo, Jundiaí. Sua paixão pela música é desde criança, e depois que ganhou seu primeiro violão aos 9 anos de idade não parou mais. Mesmo ainda novinha, Júlia tem suas próprias músicas compostas.

O pop brasileiro ganhou mais uma artista e ela só precisou da voz e do violão para conquistar a gravadora Midas e ser a nova pérola de Rick Bonadio. Júlia carrega altas doses de Amy Winehouse, Avril Lavigne, Alanis Morissette, Etta James, Kell Smith e Vitor Kley.

Júlia lançou seu primeiro single e videoclipe “Me faz Melhor” pela Midas no dia 11 de janeiro, que apostou na sua estreia em uma letra romântica e no toque suave do violão.

Em entrevista ao PopNow, Júlia Galamba falou um pouco sobre sua paixão pela música, seu novo single e o desejo de gravar com Vitor Kley que leva o artista brasileiro como inspiração na sua carreira.

Júlia Galamba.foto:Reprodução/Instagram

Confira a entrevista:

Popnow: Quando você percebeu que queria ser uma cantora?

Júlia Galamba: A minha relação com a música veio desde muito cedo e sempre gostei desse meio. O meu pai toca violão, e eu via ele tocando e achava muito legal. Até que eu ganhei meu primeiro violão, aprendi os primeiros acordes, comecei a fazer aula, além de aula de canto. Isso tudo em Belém do Pará, pois morei muito tempo e lá mesmo comecei a me apresentar. Então não teve um momento que decidi que ia ser cantora, a música sempre esteve na minha vida.

Popnow: Quanto que a música te representa?

Júlia Galamba: A minha vida é música. Se tenho oportunidade para estar cantando eu canto. Quero fazer isso para o resto da minha vida.

Popnow: Como você concilia os estudos com a carreira de cantora?

Júlia Galamba: Eu estou no último ano da escola, mas isso é muito fácil para mim (risos). Eu penso assim, a gente não posso deixar de fazer o que amo, sabendo que a música é muito importante para mim, mas sei que os estudos também são. A música eu quero pro resto da vida, então com isso eu concilio muito bem os dois. Sandy e Junior desde pequeno fizeram isso, e faço isso também sem problemas.

Popnow: Você acabou de lançar seu primeiro single e clipe “Me faz Melhor”. Fala um pouco sobre a música, como foi a composição e ideias para o clipe?

Júlia Galamba: Meu método de composição é escrever sobre amor e cotidiano. São temas que casam. E essa música “Me Faz Melhor”, especialmente estava num grupo de amigas, e uma delas estava um pouco triste, pois estava sem namorado e as outras ficando e tudo mais. Aí ela disse ‘eu tô só, mais isso vai acabar hoje’. E normalmente quando componho me inspiro em outras pessoas ou na minha vida mesmo. E quando minha amiga falou essa frase, anotei  para ser um refrão e a partir dele, escrevi a música, bem leve e romântico. Para o clipe pensei na praia, porque eu falo do sol, da lua e da beira do mar e criei esse cenário romântico. 

Popnow: Qual artista você tem como referência que você ouve e te ajuda a moldar o seu som que é original?

Júlia Galamba: Eu sempre gostei muito de Avril Lavigne que é do cenário pop, que traz a guitarra e sempre gostei muito disso. Já no cenário nacional gosto de Vitor Kley, ele é uma super inspiração para mim.

Popnow: A gravadora Midas está se destacando hoje com Vitor Kley, Kell Smith e tantos outros. Como chegou ao Midas Music e como é ter o Rick Bonadiu na direção artística?

Júlia Galamba: Meu estilo é pop e quando penso em um produtor a nível nacional, é Rick Bonadio e sempre tive uma vontade de falar e mostrar para ele meu trabalho, mas não sabia exatamente como fazer isso. Eu seguia ele nas redes sociais e o Midas também, e uma vez apareceu um anúncio que o Rick queria novos artistas e pediu para enviar uma música, isso ano passado. Aí eu vi, que essa era minha chance e mandei. Logo recebi um e-mail de volta dizendo que fui selecionada, e fui convidada para ir no Midas. E a partir disso começou o nosso trabalho.

Popnow:  Qual é seu feat dos sonhos com um artista brasileiro e um internacional?

Júlia Galamba: Como eu disse eu me inspiro no Vitor Kley, então sem dúvidas seria isso, pois eu gosto do estilo e das letras deles. Internacional, tem muita gente, mas seria Demi Lovato e Avril Lavigne.

 Popnow: O que vem planejando para sua carreira? Alguma novidade?

Júlia Galamba: Estamos fazendo uma coisa de cada vez, agora estamos divulgando a música e o clipe que acabei de lançar. Estamos pensando num projeto de lançar um remix do single “Me Faz Melhor”, provavelmente com algum artista do Midas, para abordar um outro público, como de balada. Mas tenho muita música escrita e vai vim muita novidade por aí.

Popnow: Como tem sido o contato com o público/fãs?

Júlia Galamba: O fã é uma pessoa essencial. Eu lembro uma vez que fiz um show beneficente no interior de São Paulo e estava lá me apresentando, aí eu vi uma galera com camisa com minha foto e cartaz. Quando desci e fui dar uma entrevista eu só via eles gritando meu nome, aí eu fui ver e tinha um monte de crianças e fui lá tirar fotos com eles. É muito legal e adoro. Agora com o Midas mais pessoas estão me conhecendo e acho isso muito importante, delas me conhecerem quem sou eu e ouvir a minha música. Por isso acho importante o videoclipe, para não só escutar, mas ver o artista como ele é. Sou apaixonada pelas pessoas que me acompanham e agradeço muito elas por isso.

Popnow: Quem é Júlia Galamba?

Júlia Galamba: É uma menina que vai fazer 17 anos, do interior de São Paulo, Jundiaí. Júlia ama música, apaixonada por escrever, por instrumentos, conhecer e aprender coisas novas. Gosto de ouvir histórias e uma amante de poesia.

SHOPPING

Júlia Galamba lança ‘Me faz Melhor’, fala sobre o single e paixão pela música

To Top