Brasil

Novo álbum do Vanguart tem arranjo de Wagner Tiso

Capa do álbum “Beijo Estranho”/Vanguart.

Falta pouco mais de uma semana para o lançamento do quarto álbum de estúdio do Vanguart, “Beijo Estranho” (Deck), no dia 28 de abril. No novo disco, o grupo contou com algumas participações muito especiais. Entre elas Wagner Tiso, um dos artífices do Clube da Esquina, que assina o arranjo da canção “Homem-Deus”, de autoria de Helio Flanders e Reginaldo Lincoln. Thiago França, do Metá Metá, também colaborou no disco tocando sax e flauta em “Quando Eu Cheguei na Cidade”.

Acompanhando a banda formada por Helio (voz, violão e piano), Reginaldo (voz, vocal e baixo), David Dafré (guitarras e bandolins) e Fernanda Kostchak (violinos), Julio Nganga, primeiro baixista da banda, antes da estreia em 2007, gravou outros pianos, além de cravo e Hammond. Loco Sosa, do Los Pirata, também foi convidado para tocar bateria nas 11 faixas inéditas do disco. E o tecladista Luiz Lazzaroto, ex-integrante do Vanguart, toca o órgão Hammond na música “Menino”.

Passando para a parte gráfica de “Beijo Estranho”, a banda convidou o artista chileno, radicado em São Paulo, Juan Pablo Mapeto para fazer a capa e toda a arte do álbum. “Esbarrei meio sem querer no trabalho dele na internet e fiquei impressionado em como dialogava com o álbum, não somente pelas imagens propostas, mas por uma profundidade que combina com os vários caminhos de interpretação de algumas canções de ‘Beijo Estranho’. Há algo na obra dele que, mesmo não sendo totalmente evidente, me remete a artistas como Philip Guston e Basquiat, não apenas por ser bonita ou de personalidade, mas por carregar um mundo particular nela” – conta Helio.

Novo álbum do Vanguart tem arranjo de Wagner Tiso
To Top