UOL HOST: Hospedagem de sites, Loja Virtual, Registro de domínios
Funk

MC Rebecca fala sobre cultura, família, música e trabalho em entrevista

O TIDAL disponibiliza o episódio inédito do For the Cultura Brasil, produção original que apresenta entrevistas com artistas sobre carreira, cultura, lançamentos e vida pessoal. A entrevistada desse episódio é a cantora MC Rebecca, funkeira carioca que exalta o empoderamento feminino com suas letras “proibidonas”.

Nascida no Morro do São João, no Rio de Janeiro, começou sua carreira como passista nas quadras do Salgueiro – foram 10 anos como passista e 3 anos como rainha das passistas. Foi lá que conheceu Ludmilla, e seu caminho para os palcos ganhou projeção com a música “Cai de Boca”.

“A Ludmilla me ajudou muito. Não só por ter me dado a música, mas por ter compartilhado as experiências que viveu – ela foi uma fada madrinha na minha vida”, diz MC Rebecca.

A música estourou no Rio de Janeiro e logo se espalhou por outras cidades do país. Desde então, a temática sexualidade e empoderamento feminino viraram temas recorrentes de suas composições.

“Tem muitas mulheres que cantam proibidão hoje, admiro muito essas mulheres que estão junto comigo. O preconceito no funk é constante, mas acredito que a gente está quebrando barreiras”.

Além de lutar contra pré conceitos e atingir a milhões de pessoas com sua música, a funkeira também é mãe de uma menina de 2 anos, chamada Morena. É um desafio conciliar vida artística, com agenda de shows e de viagens atribuladas, com o trabalho fulltime de ser mãe. MC Rebecca, no entanto, parece lidar bem com isso, provando, mais uma vez, a força da mulher.

“Ser artista é muito cansativo, você tem que estar antenada em tudo”, diz Rebecca.

“Sinto muita falta da minha filha, mas quando a encontro, é tudo maravilhoso. Aprendo cada dia mais com ela. Ela mudou minha vida completamente”.

Os assinantes do TIDAL podem conferir a entrevista na íntegra na plataforma.

http://tdl.sh/FTCMCREBECCA
SHOPPING

MC Rebecca fala sobre cultura, família, música e trabalho em entrevista

To Top