Imagine Dragons. Wesley Allen/I Hate Flash.
Lollapalooza

#Lolla2018: Imagine Dragons prova porquê é uma das maiores bandas do momento

Imagine Dragons. Foto: Wesley Allen/I Hate Flash.

Energia. Esta é a palavra que melhor resume o show do Imagine Dragons no Lollapalooza 2018. Em sua segunda passagem pelo festival – a primeira foi na edição do festival em 2014 – fez o palco Onix ficar pequeno tamanho público que se aglomerava para tentar conferir o show. Liderada por Dan Reynolds, a banda norte-americana fez jus ao atual status e se classificou como uma das maiores apresentações desta edição do evento.

Após uma apresentação impecável no Rio de Janeiro e participar do show do do Pearl Jam na Cidade Maravilhosa, o Imagine Dragons chegou em São Paulo para causar. E, se sua música já não bastasse, a apresentação contou com diversos momentos incríveis.

Ao Vivo: Acompanhe o último dia do Lollapalooza 2018

# Lolla2018: Mac Miller tenta, mas não empolga; público não conhecia maioria das músicas

#Lolla2018: Liniker não completa apresentação por problemas técnicos, mas emociona multidão

#Lolla2018: Jesuton abre show do Palco Axe e faz homenagem à Marielle Franco

O show

Dan Reynolds é pura energia. A apresentação, apesar de não protocolada, contou com os mesmos elementos dos outros shows da “Evolve Tour“, turnê do recente lançado “Evolve“. Dan e seus companheiros surgem ao palco em fila, com uma luz branca ao fundo e bastante fumaça. É desta maneira, após a execução de “Birth” em playback, que o Imagine Dragons entoa o primeiro sucesso, “I Don’t Know Why“, seguindo com as impactantes “Believe” e “It’s Time“, algumas das faixas mais conhecidas do público. E a banda tentou cativar.

Mesmo embora o som não estivesse dos melhores, já que parecia projetado para frente (e não para os lados) pois poderia atrapalhar o show do palco ao lado, sabia-se que a banda de Las Vegas apostou alto em sua performance. Não foi exatamente o que o público esperava. Dividindo espaço com os mais velhos, que curtem artistas como The National e Pearl Jam, o Imagine Dragons levou ao Autódromo de Interlagos um público mais jovem, que tentava ficar perto dos astros. Na prática, não foi bem o que aconteceu.

Em “Whatever It Takes“, um dos maiores sucessos recentes do Imagine Dragons, o público, em estase, cantava uníssono. Realmente foi um momento muito interessante do show, tanto quanto na apresentação de “Thunder” e “Radioactive“, faixa que fez com que o grupo estourasse internacionalmente.

Discurso político

Mas nem tudo são flores, sorriso e uma carinha bonita. Dan Raynolds prova que tem mais! Fazendo questão de exibir seu físico, o norte-americano aproveitou a exposição para falar sobre o “March For Your Lives“, evento que aconteceu em Washinton, DC, capital dos Estados Unidos, e reuniu milhares de pessoas e cartistas como Lady Gaga, Demi Lovato, Miley Cyrus, e que pede o fim da comercialização e um maior controle na venda de armas nos Estados Unidos.

“Viemos de um país quebrado. Estamos cansados de ver crianças morrendo nas nossas escolas, e da violência armada” – Dan Reynolds.

Seguindo o mesmo discurso de seu show no Rio, Dan falou ainda sobre sua luta com a depressão. As palavras antecederam a performance de “Demons”.

Durante todo o show, Dan e sua banda fizeram questão de mencionar o quanto estavam felizes com a atual passagem do Imagine Dragons pelo Brasil. Considerado, mundialmente, como reduto de artistas, o país têm recebido, nos últimos anos, shows jamais vistos em território nacional, e vêm expandindo o leque de locais para apresentações, não permanecendo, assim, apenas no eixo Rio-São Paulo.

Veja a galeria de fotos do show:

Confira a setlist do show:

#Lolla2018: Imagine Dragons prova porquê é uma das maiores bandas do momento
To Top