Johnny Monster. Foto: Divulgação
Brasil

Johnny Monster inova em mistura de gêneros com o single ‘Inevitável’

Foto: Divulgação

Após o lançamento de “Folhas de Outono” (que estreou no Filhos da Pátria, da Kiss FM), o multi artista Johnny Monster retorna com mais uma prévia de seu álbum “Canções de Desapego“, que chegará no início de 2019. O singleInevitável”, lançado pelo selo ForMusic, já está disponível em todas as plataformas digitais.

Paul McCartney confirma shows no Brasil em março de 2019

“Tenho bastante carinho pela letra. Mais uma vez, é muito pessoal, investiga meus sentimentos e coloca para fora o texto de maneira bem direta, sem rodeios. Mas exatamente por ser pessoal, vai criar identificação com quem ouvir, pois todos nós temos as sensações ali presentes, a ansiedade do dia a dia, o egoísmo que nos ronda… e o sentimento de que na vida se perder é realmente inevitável. Mas o que importa é resistir, e seguir adiante” – Johnny Monster.

A produção da faixa, que flerta com o groove e soul e é uma das mais diferentes do disco, conta com Edu Nader na bateria, Mário Camelo (Fresno) nos teclados, Júlio Pelloso no violoncelo, além de Cintia Tchy e Letícia Bello nos backing vocais, dando o toque soul necessário. A produção meticulosa é de Michel Kuaker.

“Inevitável é sobre as emoções internas, aquilo que guardamos. Ela se relaciona bem com o restante do álbum, como as outras, ela busca esse conforto, um lugar melhor dentro de si mesmo, desapegando de coisas que não nos servem mais” – Johnny Monster.

Johnny Monster. Foto: Divulgação

Johnny Monster. Foto: Divulgação

Sobre Johnny Monster

O paulistano Johnny Monster começou na música estudando percussão no Conservatório Souza Lima com o mestre Dinho Gonçalves e voz com Madalena Bernardes, no curso “Voz em Movimento”. Foi baixista e vocalista da banda Rip Monsters durante 8 anos, com a qual lançou 4 discos. Depois, passou a integrar a Daniel Belleza e os Corações em Fúria, um dos grupos mais importantes do cenário alternativo dos anos 2000.

Com eles, gravou 3 álbuns e participou de diversos festivais importantes, incluindo o Lollapalooza Brasil em 2012. Estreou como artista solo em 2009, com “Solstício de Inverno“, trabalho seguido pelo EP Plaine de Mongolie (2014). Em 2019, lançará “Canções do Desapego“, pelo selo ForMusic.

Ouça “Inevitável”:

Johnny Monster inova em mistura de gêneros com o single ‘Inevitável’
To Top