Brasil

O contra-ataque de Anitta perante à revista Marie Claire

Foto: Reprodução/Instagram (@anitta)

Vai Malandra“, quarto e último single do projeto “Check Mate“, levou Anitta à laje e despertou novamente a carioca presente na artista. Para uns, foi um retorno às origens, já outros criticaram a artista acusando-a de apropriação cultural. Na edição de fevereiro de 2018, Anitta assume a capa da revista Marie Claire, uma das mais respeitadas publicações de moda do mundo. Na capa, a seguinte frase chama a atenção: “Anitta contra-ataca: Já fiz muito bronze na laje. Não podem me acusar de apropriação cultural“.

Leia também: “Check Mate”: o jogo de xadrez visionário de Anitta

Mas através de sua conta oficial no Instagram, Anitta rebateu a publicação, dizendo que tiraram de contexto e que nunca quis usar a publicação como uma forma de “contra-ataque”. Veja: 

https://instagram.com/p/Bek8FzHFC-J/?utm_source=ig_embed

De fato, no mundo editorial as escolhas das palavras influenciam tudo. Afinal, a revista sequer chegou às bancas de todos os países e já há uma série de pessoas se roendo para colocar as mãos na publicação. Mas parece que a edição errou – e errou feio – perante à maior artista brasileira de todos os tempos.

Anitta têm voz, se mantém com postura empoderada e defende muito bem, não apenas suas opiniões, como as decisões e rumos da carreira. Hoje, não apenas cuida de si, como gerencia a vida profissional de outros artistas, como a jovem Clau e o já veterano ex-Redeldes Brasil Micael Borges.

Clau lança EP homônimo e clipe da música “Relaxa”

Pode ser uma história de desmentir, até porque – até agora -, não houve posicionamento da revista acerca da publicação, o que possivelmente se perpetuará.

 

O contra-ataque de Anitta perante à revista Marie Claire
To Top