Brasil

Conheça Magíster, nova aposta do Pop-Funk que tem como base o canto lírico

Foto: Divulgação

Selvagem! Ele teve seu início no canto lírico quando criança. Aos 25 anos, Magíster surge como uma grande aposta do Pop-funk brasileiro misturando uma série de influências em um trabalho 100% autoral. Nascido em São Paulo, o cantor, bailarino, coreógrafo e militante LGBT, acaba de lançar sua faixa de estreia, “No Chão”, que segue uma vertente muito própria do artista.

Para celebrar o quinto trabalho, Rouge lança o “EP 5” com faixas inéditas

Contra-tenor, Magíster estudou muito antes de se lançar na carreira como um artista pop. Após sofrer preconceito dentro da música clássica por seu tom vocal agudo, seguiu em busca de uma autodescoberta se dedicando a cursos de dança afim de se entender enquanto artista e indivíduo. Com “No Chão”, eis que o paulistano rasteja para se autoafirmar perante todas as dúvidas o qual foi submetido. 

Seguindo a tendência de cantores que ultrapassam as barreiras dos gêneros, como a austríaca Conchita Wurst, Magíster mostra que gingado e voz andam lado a lado em um clipe pra lá de espontâneo e casual. Gravado em pontos da capital paulistana como o Bofetada Club, famosa casa noturna reduto dos gays, o vídeo mostra o rebolado do artista ao lado de seus bailarinos, com direito a coreografia é muito carão.

Magíster. Foto: Divulgação

Magíster. Foto: Divulgação

“Meu maior objetivo com a música e fazer com que as pessoas se identifiquem comigo e que elas estejam compartilhando um momento comigo. A música é uma forma de eu conseguir me comunicar com as pessoas.” – Magíster. 

Seguindo influência de artistas consagradas no segmento como Beyoncé, Lady Gaga e Amy Lee, cantoras de faces diferentes mas que compartilham um amor: a música, o cantor mostra sua face mais pessoal no trabalho.

“Eu gosto muito que as pessoas compartilhem esse momento da vida delas comigo, que é o momento de diversão.” – Magíster.

O videoclipe conta ainda com influências de eletrônicas dos anos 2000 e 2010 que marcaram bastante a música de Magíster, como remixes de Donna Summer e Jennifer Hudson. 

“A música fez parte da minha vida em todos os momentos, então ela é uma grande companheira e amiga”. 

Sobre Magíster

O jovem começou a militar com 19 anos e usou a dança para quebrar os estereótipos de masculino e feminino para que as pessoas entendam que a feminilidade e a masculinidade precisam fluir entre o que você é e a forma em que você age. Contratado de uma empresa coreana, teve sua sexualidade contestada ao ser tachado de “gay demais”. Foi neste momento que o cantor ententeu que seu jeito não deveria ser uma barreira. 

Magíster. Foto: Divulgação

Magíster. Foto: Divulgação

E foi neste momento que começou a se apresentar em diversas Paradas da Diversidade LGBT, local que o recebeu de braços abertos e a quem tem total agradecimento.

“A comunidade LGBT é o meu lar. Eles me ensinaram a ser quem eu sou” – Magíster.

No Chão” é a primeira parceria do artista com o produtor Christopher Luz, que será responsável por seus próximos dois lançamentos. Até o final de 2018, Magíster promete lançar mais faixas que seguirão a mesma tendência da faixa de estreia: entreter e militar.

Veja o clipe de “No Chão”:

Conheça Magíster, nova aposta do Pop-Funk que tem como base o canto lírico
To Top